Reabilitação

04/02/2016

Caxias e Franca vinham de derrota, e os mandantes levaram a melhor para cima dos paulistas graças ao jogo coletivo e melhor desempenho nas bolas de três.

O NBB é capaz de proporcionar jogos emocionantes, equilibrados, independentemente do desempenho dos clubes na competição. Ontem o lanterna Caxias bateu o tradicional Franca por 90 a 78, em casa, e fez as pazes com a vitória após quatro jogos sem vencer.

 

                        Equilíbrio foi a tônica do jogo / Marcus Bueno



O jogo foi equilibrado, com os gaúchos sempre na dianteira do marcador, mas seguido de perto pelos francanos. A diferença de 12 pontos ficou exatamente nas bolas longas, com os debutantes guardando quatro bolas a mais no perímetro.

No jogo interno, e na linha do lance livre, desempenho idêntico, com 22 bolas mais os 16 lances livres de cada clube. E os visitantes até tiveram um maior volume de jogo, mas dependiam muito da dupla Bruno e Isaac, que combinaram para 40 pontos da equipe. Assim a marcação adversária apostou nas dobras e viu Franca em alguns momentos se atrapalhar na criação das jogadas. A equipe de Lula sentiu falta de Nezinho, que com dores, ficou fora do duelo.

Mais coletivo, e freando a aproximação da equipe paulista na última parcial, o Caxias assegurou o triunfo em boa noite de Betinho e Gustavinho mais afastados da cesta, enquanto Alex agredia mais internamente.

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags