Em jogo eletrizante, Mogi faz nova vítima no Hugão!

05/03/2016

Mogi e Brasília se encontraram no Hugão, e com mesmos desempenhos das recentes apresentações, o Mogi aplicou ótimo último quarto, quando venceu por 27 a 21 para bater o rival e tomar vaga no G4!

 

Mesmo desfalcado de Coimbra e Artur, o Brasília pareceu não sentir faltas das peças, e com boa distribuição de jogo abriu 14 a 6, forçando Padovani a parar o jogo. Conseguindo conter a boa presença de Ronald, que vinha se destacando, os mogianos aplicaram 10 a 4 nos contragolpes, para reduzir a desvantagem no marcador, que apontava 18 a 16 ao final do primeiro quarto.

 

Guiado por Larry, com seis roubos de bola, o Mogi conseguiu tirar Brasília da zona de conforto. Mas se levava o adversário ao erro, o mesmo cometia na frente com a má seleção de arremessos, forçando excessivamente os tiros de fora. Assim, em um quarto equilibrado, em que Giovannoni puxava a pontuação dos candangos, e Larry para os donos da casa, Mogi foi para o intervalo com a desvantagem mínima.

 

Na volta a cancha, o equilíbrio se manteve, e nem mesmo as três bolas do perímetro de Larry colocaram os candidatos ao título da Liga das Américas na dianteira do marcador. Por alguns momentos a equipe até conseguiu ligeira vantagem, mas rapidamente respondida por Ronald, que dominava o garrafão, e por Deryk, que acertou duas bolas da zona morta. Assim, Brasília foi para o quarto final vencendo por 54 a 51.

 

    Shamell sobe para dois pontos. Ala deixou a quadra com 23 tentos. / Antonio Penedo

 

Empurrado por sua fanática torcida, o Mogi conseguiu aplicar intensidade em seu jogo, e com transição só foi parado com faltas. Em três minutos, viu o adversário estourar o limite coletivo. Assim, com marcação um pouco mais frouxa para não propiciar lances livres aos mandantes, viu Shamell dar aula de infiltração. Com 6 bolas certeiras, em sete tentadas, o armador bagunçou a defesa candanga, que novamente dominou o jogo mas pecou na hora de fechar. A equipe até teve algumas oportunidades para se recuperar, mas com dois tournovers resultantes do bom posicionamento defensivo da equipe paulista, viu Shamell enterrar no contragolpe e sacramentar a vitória, a décima primeira do Mogi sob seus domínios, mantendo assim a invencibilidade. 

 

Com a vitoria, Mogi ultrapassou o rival desse sábado e já figura no G4 da competição, posição que garante vantagem nos playoffs do Novo Basquete Brasil. Agora os mogianos focam na disputa do Final FOur da Liga das Américas, enquanto os compenheiros de Fulvio voltam as quadras na quarta, diante do Macaé, fora de casa.

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo