Paulistano se aproveita da desatenção e irritação francana em Bauru

24/03/2016

Mandando seu primeiro jogo na história do NBB em Bauru, Franca até contou com a torcida do arquirival, mas desatento na defesa, e irritado coma arbitragem, caiu diante do vice-líder Paulistano, que chegou a 19ª vitória na competição. Os comandados de Lula estacionaram na décima segunda, mas ainda seguem no G8.

 

Fator preponderante na vitória da equipe de Gustavinho, foi o melhor posicionamento na briga pelos rebotes. Foram 38 sobras, contra apenas 25 dos mandantes.

 

O JOGO

 

Devido a forte chuva que caía na Cidade Sem Limites, o jogo começou com alguns minutos de atraso. Mas nem mesmo o retardo esfriou as equipes. Com muitas trocas de cestas, os times alternavam-se na liderança do marcador no primeiro período. Nezinho guiava os mandantes, que também eram visitantes, enquanto que Caio Torres dominava as ações da equipe da capital. Tamanha equivalência só poderia resultar no empate parcial, 19 a 19.

 

O jogo ofensivo das equipes começou a encontrar defesas mais fortes e assim, os erros começaram a aparecer. Franca soube romper algumas situações impostas pela defesa adversária, e mesmo vendo Nezinho ser bem marcado, conseguiu ser ligeiramente superior. A vantagem de dois pontos ao final da parcial só foi possível devido ao sistema que anulou Caio Torres, e propiciou alguns contragolpes puxados por Isaac.

 

A torcida que chegava para o duelo do Bauru, acabou apoiando o rival, já que um revés do Paulistano poderia isolar Bauru na segunda colocação. A equipe da capital do basquete voltou ligada, e agressiva. Assim conteve o adversário, e foi abrindo frente com base nas bolas de três pontos. Com Bruno anotando oito pontos, Franca abriu nove tentos de frente ao final da parcial.

 

O tempo obrigatório fez o cenário mudar. Gustavinho ascendeu seus pupilos, enquanto que Franca se desligou da partida, e permitiu ao adversário inúmeras segundas oportunidades no ataque. Com o adversário cortando vantagem, Franca foi se ernevando, e após algumas decisões polêmicas da arbitragem se perdeu no jogo. Sem Nexinho, excluído, e sofrendo com a bela partida Caio Torres, que anotou 37 pontos e capturou 12 rebotes, Franca viu a vitória escapar pelas mãos, pelo placar de 79 a 88.

 

O pivô Mathias falou ao Laranja sobre a derrota e a sensação de jogar no Panela, agora por Franca: "Com o jogo na mão, e precipitação do juíz, precisamos reverter na sexta feira. Diferente né, já passei grandes momentos aqui, mas agora bola pra frente, temos tudo pra classificar."

 

Valtinho, armador do Paulistano, avaliou o embate de sábado diante do Bauru, e como o cronograma ajuda na ambientação: "Vai ser um jogo bem difícil, como foi lá em São Paulo, decidido nos minutos finais. Apesar das perdas, é um time de muita qualidade, mas estamos numa sequência boa. É uma situação que não acontece normalmente e isso é bom, já estaremos ambientados para tentar a vitória."

 

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags