Sob comando de Alex, Bauru avança à semifinal.

28/04/2016

Foi sofrida, no estouro do cronômetro, e com desfalques importantes. Assim, o Bauru, mesmo não fazendo uma boa partida, bateu o anfitrião Pinheiros, por 89 a 86 e avançou a próxima fase. Na semifinal enfrentará o Brasília, que despachou o Paulistano.

 

A arma para a melhora da equipe após o intervalo, foi conter os arremessos de três pontos do adversário. Até a metade do duelo, o Pinheiros havia convertidos nove bolas de fora; já na segunda metade foram apenas 4.

 

                Alex em exibição no jogo 3. / Caio Casagrande

 

Alex foi o destaque bauruense. O ala alcançou 38 de eficiência, e permaneceu em quadra os 40 minutos. Foi o camisa 10, o grande responsável pelo bom início de último quarto, quando Bauru anotou 8 a 0, e tomou a dianteira do marcador.

 

O JOGO

 

As ausências de Murilo e Jefferson fizeram Bauru mudar seu estilo de jogo. Sem muitas opções para repor o garrafão, Bauru entrou com três alas e um armador, mas nem assim conseguir conter as bolas do perímetro. O Pinheiros carimbou cinco bolas do perímetro, sendo duas delas de Humberto, quase no mesmo lugar. Bauru respondia em infiltrações provenientes de bloqueios. No final, melhor para os mandantes, que fecharam a parcial por 30 a 26.

 

O segundo período foi de baixo nível técnico. Com as duas equipes errando muito, apesar da marcação frouxa, o placar pouco mudava, e quando acontecia, sempre com a mesma tônica dos primeiros dez minutos. O Pinheiros anotou quatro bolas de fora, mas do outro lado Alex próximo a cesta, e alguns rebotes ofensivos de Bauru fizeram com que a vantagem de Holloway e companhia não fosse maior, 48 a 40.

 

O intervalo fez bem ao dragão, que com uma defesa melhor postada conseguiu conter o jogo de Bennett e Holloway. Bauru só não conteve Lucas Dias, que conseguiu causar estragos. A marcação bauruense reduziu o volume de jogo da equipe da capital, embora a agressividade rendesse lances livres, que foram perfeitamente aproveitados pelo rival. Na frente conseguiu desenvolver seu jogo. Paulinho foi incisivo nas bolas de segurança, e Meindl aproveitou bem o espaço que apareceu para acertar duas de fora, e reduzir a frente do Pinheiros, 70 a 65.

 

Toda a vantagem construída pelo Pinheiros foi derrubada pelo Bauru nos primeiros minutos. Bauru, com seis pontos de Alex, abriu oito a zero na parcial, passando a frente pela primeira vez na partida. Os mandantes se recuperaram, e passou a trocar cestas com o dragão. As equipes tiveram desempenho e táticas parecidas, priorizando o jogo interno, mas Bauru foi mais cirúrgico e frio para manter-se a frente. A bola de Renan no minuto final devolveu a liderança à equipe da capital, mas Day respondeu em bola do perímetro. Na sequência os anfitriões desperdiçaram o ataque, e viu Hettsheimeir, na linha do lance livre colocar 89 a 86 no marcador. Pinheiros teve a última chance, mas acabou eliminado.

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags