A primeira vez a gente nunca esquece!

19/08/2016

      O Bauru Basket finalmente alcançou a primeira vitória dentro do Campeonato Paulista 2016. Diante da Liga Sorocabana, os jovens bauruenses contaram com um grande quarto período (28 a 16) para chegar ao primeiro triunfo na competição.

 

      O cestinha da partida foi o ala-pivô Douglas Nunes, com 19 pontos, mas o homem da partida foi o pivô bauruense Michael, que saiu de quadra com um duplo duplo, 16 pontos e 10 rebotes.

 

     Com o triunfo, o Bauru iguala o número de vitórias do adversário, embora com uma partida a mais, e também deixa de ser a única equipe que não havia vencido no estadual - fato muito comemorado pelos jogadores e comissão, apesar da predileção bauruense por outras competições ao longo da temporada -.

 

O JOGO

 

      Os primeiros minutos foram de muita intensidade. Com os dois clubes precisando da vitória, ambos aceleraram a partida, mas Bauru começou melhor coletivamente. Com 4 atletas pontuando nos primeiros minutos e isolando a área pintada na defesa, Bauru saiu de um 7 a 8, para 16 a 8, encaminhando a vitória no período.

 

     O Liga Sorocabana voltou para o segundo quarto melhor. Com marcação forte e agressividade aos rebotes, a equipe buscou bolas de segurança, e com uma corrida de 6 a 0, reduziu a vantagem bauruense,  17 a 16.

 

     Depois de alguns minutos de ineficiência no ataque, o Bauru pontuou com o ala Henrique em bola do perímetro. Na sequência Eltink, em contragolpe, deu fôlego aos mandantes, 22 a 16. Bauru apertava a marcação, e com alguns erros de posicionamento cometia faltas que colocavam o adversário na linha do lance livre. Assim, Carioca foi mantendo a diferença sempre curta, apesar da boa contribuição de Junior para Bauru.

 

     Com os jogadores do garrafão pendurado em faltas, os comandados de Hudson afrouxaram a marcação interna, e viram o adversário passar a frente com outro atleta com passagem por Bauru, Douglas Nunes, 30 a 29. Mas a liderança não ficou mais do que uma posse de bola com Sorocaba. Henrique converteu outra bola de três, e Stéfanno, voltando de lesão, deu números finais ao primeiro tempo, 34 a 30.

 

     Gui Bento foi o responsável pelos primeiros dois pontos da segunda etapa, para Bauru. Mas a produção ofensiva parou por aí. Além disso, Maique passou a aparecer. Dominando os dois garrafões, o pivô do Liga Sorocabana foi o grande nome da virada da equipe de Rinaldo, 38 a 36.

 

     Marcando pressão, os visitantes tiraram os espaços bauruenses e contou com prestação de Douglas Nunes para mais do que se firmar na ponta. O ala-pivô anotou seis pontos e deu, ao final do terceiro período, a maior vantagem de Sorocaba dentro da partida, 49 a 43.

 

Michael vem sendo o nome bauruense nesse início de temporada em que Bauru prioriza a evolução de seus jovens. /Caio Casagrande

 

     

     O duelo entre Maique e Michael se intensificou na parcial decisiva. Se no terceiro período o pivô do Liga Sorocabana foi melhor, no início do último período, foi o bauruense quem se destacou. Atacando o aro e os rebotes, o jovem bauruense anotou seis pontos em sequência, sendo os dois últimos em enterrada, e equilibrou a partida, 49 a 51. O mandante, sob articulação de Stéfanno, seguiu melhor, e em bola de Eltink, retomou a dianteira, 56 a 53.

 

     Com vantagem no placar, Bauru teve tranquilidade para trabalhar ofensivamente e só foi parado com faltas. Na linha do lance livre, Bauru ampliou sua vantagem, 60 a 53. Com pouco tempo no relógio, os comandados de Rinaldo tentaram acelerar o jogo, explorando a velocidade de Carioca e os tiros de Douglas Nunes, mas Michael, internamente, e Gui Bento, na zona morta, além de Stéfanno nos tiros livres, frearam qualquer reação do adversário, dando números finais ao embate, 71 a 65.

 

 

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados