Bauru vence clássico no reencontro com a torcida

04/09/2016

       No encerramento da 12ª rodada, Bauru não tomou conhecimento do Franca e venceu com larga vantagem, 77 a 61. A partida marcou a estreia de Valtinho e Shilton, e o reencontro de Leo Meindl e Jefferson, com a torcida bauruense.

 

    Com o resultado, Bauru chega a segunda vitória na competição, enquanto que Franca permanece na terceira posição, com 8 vitórias nos mesmos doze jogos. Bauru contou com quatro atletas marcando mais de dez pontos (Leo Meindl, Jefferson, Gui Santos e Shilton).

 

       Shilton, que debutou em casa, comentou sobre a importância de jogar ao lado do torcedor nessa sequência que Bauru terá em casa: "São mais cinco jogos do lado da torcida e a gente tem ciência da vantagem disso. Evita viagem, desgaste e a torcida é nosso sexto jogador em quadra. Hoje foi bom, tivemos um tempinho para trabalhar e óbvio que a vitória, diante de um rival melhora, mas é só um começo de trabalho."

 

 

O JOGO

 

 

       A necessidade bauruense de vencer, somada às estreias de Valtinho e Shilton e regresso de Leo Meindl e Jefferson, fez com que o Panela de Pressão recebesse o maior público na temporada. E a união entre atletas e torcida fez com que Bauru começasse fulminante.

 

      Com o regresso da formação com dois armadores (Valtinho e Gui Santos) e dominando os rebotes dos dois lados da quadra, o Dragão abriu 7 a 0 após bola do perímetro de Je. Desestabilizado, Franca não conseguia entrar no jogo e após cometer falta técnica, viu o mandante abrir 15 a 3.

 

 Gui Santos anotou 12 pontos somente no primeiro quarto. / Caio Casagrande

 

       A entrada de Coelho à armação e Cipolini na área pintada deu um novo panorama a equipe de Helinho. Com infiltrações a equipe reduziu a desvantagem ao final do quarto, 23 a 16.

 

       Toda a recuperação francana ao final da primeira parcial foi para o ralo nos primeiros minutos do segundo quarto. Bauru contou com mão calibrada de Jefferson, e presença de Mickael para abrir 31 a 17.

 

       Pedro, com bola do perímetro e bandeja em contragolpe, até chegou a reduzir o prejuízo para os visitantes – 32 a 22 -, mas o período foi marcado por queda do nível técnica em decorrência de muitas faltas táticas. Depois de troca de cestas, Henrique deu números finais ao primeiro tempo, após receber bela assistência de Valtinho, 42 a 28.

 

     Marcando agressivamente, Franca sofreu com as faltas nos primeiros minutos. Bauru foi inúmeras vezes à linha do lance livre, e após bola de segurança de Shilton, elevou a vantagem à casa dos vinte pontos, 51 a 30.

 

     Novamente com Coelho e Cipolini, Franca voltou a agredir o Dragão. Usando velocidade e bloqueios, Coelho era incisivo no ataque. Assim, após enterrada de Cipolini e quatro pontos do armador, a diferença caiu, 51 a 38.

 

       Nos minutos finais, porém, Bauru se recuperou dos minutos de instabilidade e com bolas de fora de Je e Meindl, além de bola de segurança de Steffano, fechou quarto em 60 a 40, ganhando tranquilidade para os últimos dez minutos.

 

       A larga vantagem mexeu com o brio das equipes. Franca voltou pilhado para, mais do que buscar uma reação, terminar a partida bem visando o próximo jogo. Bauru, naturalmente, teve uma queda de rendimento.

 

Assim, diferentemente das demais parciais, Franca foi quem voltou melhor. Aplicando 9 a 2 após bola certeira de César da cabeça do garrafão, cortou a vantagem para 62 a 49. O jogo esquentou, e teve tempo até para exclusão de Helinho, após duas faltas técnicas por reclamação.

 

Bauru se recuperou dentro do quarto com a intensidade de Leo Meindl. O ala encontrou espaços na defesa adversária para reequilibrar a parcial, carimbando a vitória bauruense por 77 a 61.

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags