Com a mão direita

30/01/2016

Campeão em 2014, o Flamengo não teve missão fácil na estreia diante do Gimnasia, mas saiu de quadra vitorioso após último quarto intransponível.

Competição internacional, estreia, Brasil e Argentina. É, não faltaram ingredientes para apimentar o duelo. Os hermanos dominaram na maior parte o jogo, mas os tetracampeões do NBB seguiam de perto o atual líder da Conferência Sul da Liga Argentina.

 

    Com pouca movimentação ofensiva, equipes não criaram espaços para arremessos /FIBA


 

A partida teve tônica defensiva, com as equipes não conseguindo decidir e concentrando mais na defesa e não superando a marcação no cinco contra cinco. A chave para a vitória veio no último quarto, com o Flamengo deslanchando. Após sofrer bola de três, os rubronegros passaram o período intactos e com uma corrida de 13 a 0, carimbaram a vitória. Destaque para o desempenho de Meynsee e Rafa Luz na parcial, que combinaram para 9 pontos.

 

O jogo foi marcado pelo equilíbro, e o equilíbrio veio do baixo aproveitamento das equipes no ataque. O jogo terminou 66 a 58 para os brasileiros, e as duas equipes tiveram mais de 33% dos pontos feitos na linha do lance livre. Marquinhos, cestinha do jogo com 15 pontos, anotou 13 deles com o jogo parado.


A vaga na segunda fase pode vir essa noite para os comandados de Neto. A equipe precisa bater o Águilas - que nessa madrugada perdeu para os anfitriões -, e contar com nova vitória da equipe local, diante dos argentinos. 

 

Apesar da derrota na noite de ontem, os colombianos apresentaram forte jogo interno, e dos 71 pontos anotados apenas 12 vieram de bola de três, e todas de Salazar. Wright e Leon se destacaram com 37 tentos na área pintada.

 

 

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags