Brasília vence confronto direto e mantém segunda colocação

14/12/2016

    No aguardado confronto dessa terça-feira (13), entre Brasília e Mogi, melhor para os donos da casa, que impuseram a segunda derrota aos comandados de Guerrinha, ao aplicar 86 a 75, chegando, assim, a quinta vitória consecutiva no NBB9.

 

  Para alcançar o triunfo, os candangos contaram com grande jogo coletivo e melhor aproveitamento nas bolas de fora. Ao todo foram cinco atletas alcançando os dígitos duplos em pontos (Fúlvio, Deryk, Pilar, Alex e Lucas Mariano), e treze arremessos certeiros do perímetro. Do outro lado, a equipe do Alto Tietê não estava tão calibrada nos tiros longos, convertendo apenas 6, número bem abaixo do que a equipe pode e costuma converter.

 

    Agora os Lobos tem pela frente o Campo Mourão, no último jogo em casa antes da parada para as festas de fim de ano. Depois do compromisso contra o caçula, dois jogos fora de casa, contra Franca e Bauru, dia 20 e 22, respectivamente. Já a equipe do Alto Tietê, segue sua maratona longe do Hugão. Serão três compromissos em sequencia, sendo dois deles ainda esse ano, contra Minas e Pinheiros. Depois da virada, ainda visita o Campo Mourão.

 

O JOGO

 

   A partida começou bem equilibrada mas com os visitantes levemente superiores em razão do jogo de um contra um de Tyrone. Aos poucos o Brasília se recuperou, e com bolas de fora de Pilar e Giovannoni passou a frente. Tyrone e Filipin responderam na mesma moeda, mas quando o capitão do Mogi cometeu falta antidesportiva, os mandantes aproveitaram e emplacaram outras três bolas do perímetro, com Alex, Deryk e Fúlvio, 27 a 17.

 

   O alto aproveitamento dos candangos no primeiro quarto (5/7) fez com que a equipe voltasse apostando novamente nos arremessos de fora. Sem muito sucesso, viu o Mogi, apostando no jogo interno com Caio Torres, cortar um pouco a diferença. Vendo a larga vantagem no marcador diminuir, os mandantes melhoraram a defesa e saíram em transição, explorando Pilar e Lucas Mariano. No final, Tyrone, em bolas de segurança, ainda conseguiu descontar o prejuízo parcial, 40 a 28.

 

 Lucas Mariano deu sequência ao bom momento. Foram vinte pontos na partida de ontem. (Brito Jr)

 

    Assim como no período anterior, a equipe paulista voltou melhor, e dessa vez graças a Jimmy, que anotou cinco pontos em sequência, para guiar seus companheiros a uma corrida de 8 a 0, cortando bruscamente a vantagem dos Lobos. O Brasília até conseguiu, com Deryk Ramos, ter algum sucesso no ataque, mas a verdade mesmo é que a equipe sofria com as infiltrações do Mogi, que viu Shamell aparecer para o jogo, e ajudar sua equipe vencer a parcial, e entrar vivo no último período, 61 a 59.

 

    Com o placar parelho, o jogo ganhou em emoção e aspectos defensivos. Dessa forma, as defesas dificultaram a ação dos ataques, fazendo com que o jogo se concentrasse no garrafão. Lucas Mariano, no poste baixo e assegurando importantes rebotes ofensivos, e os alas de Mogi, em infiltrações foram os destaques. Sempre a frente no marcador, os candangos tiveram a tranquilidade para converter dois arremessos do perímetro, com Deryk e Pilar, já na reta final, minando qualquer possibilidade de reação mogiana, 86 a 75.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags