Equipes da parte de cima da tabela vencem e acirram ainda mais a briga pelo G4.

12/01/2017

  A noite dessa quarta feira (11) só reforçou o panorama do NBB9. Em partidas acirradas, as equipes da parte de cima não tiveram vida fácil, mas conseguiram vencer seus adversários, colocando fogo na disputa pelo G4 da competição.

 

   O Pinheiros soube administrar a larga vantagem obtida no primeiro tempo para evitar qualquer zebra e assegurar a vitória por 99 a 93, diante do lanterna Caxias, no sul do país. Com muita efetividade da dupla de pivôs Ansaloni e Renan no primeiro quarto, além do crescimento de produção de Holloway e Gemerson ao longo do confronto, o Pinheiros conseguiu comprovar sua condição de favorito, mesmo em partida memorável de Arthur, que anotou 32 pontos para o adversário.

 

 Ansaloni anotou 14 de seus 22 pontos apenas no primeiro quarto (Luiz Erbes).

 

   Com a vitória, a equipe paulista entra, ao lado de seu maior rival, o Paulistano, momentaneamente no G4 da competição, já que possuem um aproveitamento melhor do que o Mogi, que ainda tem jogos por fazer em virtude de partidas adiadas quando estava decidindo a Liga Sulamericana.

 

   Já em Fortaleza, Basquete Cearense e Paulistano deram sequência ao seus momentos dentro do nacional. Enquanto os comandados de Bial voltaram a patinar dentro de casa,  os pupilos de Gustavinho seguem em uma crescente, que os distancia cada vez mais na tabela de classificação.

 

   Depois de um primeiro tempo equilibrado, onde Rashaum e Toledo se destacaram pelos mandantes, enquanto Jonathan e Eddy foram as principais peças do rival, a equipe paulista conseguiu desgarrar no marcador graças ao bom jogo interno na terceira parcial, onde anulou o adversário, que ficou limitado aos tiros de fora. Nos instantes finais, o Carcará conseguiu ser incisivo na zona pintada, mas na base do lance livre, o adversário sacramentou o triunfo, por 76 a 74.

 

Paulistano soube aproveitar a juventude de sua equipe para parar o Basquete Cearense (Stephan Eilert).

 

   Não muito longe dali, o Vitória fez valer o mando de quadra e derrotou a Liga Sorocabana, por 74 a 69. Na partida, marcada pela forte marcação, que levou os clubes diversas vezes à linha do lance livre, foi positivo vê-las aproveitar bem as infrações, algo que a cada ano tem feito a diferença na decisão das partidas, campeonatos.

 

Régis Marrelli é o grande responsável pela excelente campanha do Vitória, sensação do NBB9 (Divulgação).

 

   Apesar do placar parelho, algumas questões ficaram bem claras durante partida. Se de um lado, a equipe rubronegra contou com boa prestação de seu quinteto titular, que anotou 60 pontos, do outro, a equipe de Rinaldo mantinha-se na partida devido aos inúmeros rebotes ofensivos que conseguiu capturar. Ao final, porém, a equipe da casa fez a leitura correta, foi para as jogadas de segurança, e anotou todos os pontos da última parcial no lance livre, freando a blitz sorocabana, para manter-se na terceira colocação, que surpreende muita gente

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados