Dupla brilha e Flamengo abre 1 a 0

22/04/2017

   A série entre Pinheiros e Flamengo começou da melhor maneira possível. Em uma partida marcada pelo belo nível técnico e pelo equilíbrio extremo, melhor para a equipe de José Neto, que soube se impor na reta final, fechando a partida em 96 a 85, abrindo 1 a 0 na série.

 

   A partida estava aberta, e foi então que o Flamengo explorou a dupla Marquinhos e Olivinha, pilares da equipe, para reverter a desvantagem e sacramentar o triunfo na Capital Paulista.

 

   Agora a série migra para a capital fluminense, onde a equipe rubro-negra terá dois jogos diante de sua torcida. Para o Pinheiros, só resta vencer, já que precisa de ao menos um triunfo para se manter vivo no NBB.

 

 O JOGO

 

   O início da partida foi muito agradável. Isso porque as equipes apostaram em um jogo franco, aberto, de muita velocidade. Com Holloway e Marquinhos agressivos em direção à cesta, foi comum ver, nos primeiros minutos, várias trocas de lideranças no marcador. Aos poucos, outras peças foram aparecendo, e o cenário seguiu o mesmo. O primeiro a brilhar foi Neto, mas logo Olivinha e Marcelinho apareceram, para devolver a liderança ao rubro-negro. Na reta final, o clube mandante até chegou a buscar o empate, após lances livres certeiros de Teichamann e Germerson, e bola de Holloway, só que Marcelinho voltou a converter arremesso de fora, que garantiu a vitória parcial, 29 a 26.

 

   No começo do segundo período, as equipes acabaram oscilando um pouquinho. Essa queda de rendimento é completamente compreensível, porque não haveria como manter a intensidade e o aproveitamento do primeiro quarto. Quem voltou um pouquinho melhor foi o Pinheiros, que após duas bolas de três pontos (Gemerson e Renan), voltou à liderança. Só que um vacilo de Holloway, que cometeu falta antidesportiva, fez com que a equipe carioca se acertasse e retomasse a ponta. A presença de Fischer e ausência de Holloway, deixou o jogo mais cadenciado, e esse aspecto favoreceu os visitantes. Explorando o bom momento de Mineiro, o Flamengo deu números finais ao primeiro tempo, 51 a 47.

 

 Marquinhos foi decisivo para o triunfo rubro-negro (Ricardo Buffolin).

 

   O Pinheiros voltou para a segunda etapa com uma postura mais agressiva. Recuperando bolas e assegurando rebotes, a equipe da casa seguia perseguindo o Flamengo. Só que se não tinha o mesmo volume de jogo dos mandantes, o rubro-negro mostrava eficiência com sua dupla de pivôs, fator preponderante para seguir na frente. Mas a dupla nada pôde fazer quando a equipe paulista imprimiu velocidade. Através de Bennett e Gemerson, a equipe local cresceu de produção, retomou a ponta, e finalizou a parcial na frente, 70 a 67.

 

   O Flamengo passou metade do último período tentando recuperar a liderança do marcador, mas a cada bola convertida por Ronald Ramon, Holloway tirava um coelho da cartola e mantinha a situação sobre controle. O clube da Gávea só foi ter o controle do jogo, quando os titulares voltaram à quadra. Capturando importantes rebotes ofensivos, Marquinhos e Olivinha deram uma aula de basquete e mostraram porque são favoritos ao prêmio de MVP da temporada. Com uma sequência incrível de arremessos certeiros, a dupla não só recuperou a ponta, como também colocou a diferença na casa dos dígitos duplos, liquidando a partida, 96 a 85.

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags