Bauru carimba faixa do Paulistano na abertura do NBB

04/11/2017

A partida marcava o reencontro dos atuais finalistas do NBB, pela abertura da décima edição do Nacional, e quem acompanhou o início do brasileiro viu um grande jogo de basquete na capital paulista. No final, melhor para o Bauru que, praticamente no estouro do cronômetro, virou a partida com Duda Machado, vencendo por 72 a 71 e carimbando a faixa do Paulistano, campeão paulista na noite de quinta.

 

É bem verdade que Bauru e Paulistano se modificaram muito para essa temporada mas, mesmo com todas as mudanças, seguem dentre os favoritos graças ao trabalho feito pela diretoria dos clubes, que trouxeram grande jogadores para as vagas deixadas no elenco, com a saída de jogadores valorizados pela campanha no último NBB.

 

Apesar de todo o investimento feito dos dois lados, hoje o jogo ficou concentrado no desempenho de poucos jogadores, de dois trios, para ser mais preciso. Enquanto Anthony e Alex lideravam a equipe bauruense, Elinho e Lucas Dias respondiam para o time da capital. No último quarto os rivais viram dois jovens jogadores aparecerem decisivamente, os pivôs Maikão e Du Sommer.

 

Cestinha da partida com 20 pontos, Anthony foi decisivo nos minutos finais (Victor Lira/Bauru Basket). 

 

Assim, nos pequenos detalhes, Bauru, que defende o título brasileiro, inicia a temporada vencendo, mesmo que o jogo, com seu mando de quadra, tenha sido na casa do rival, devido as punições decorrentes dos incidentes ocorridos no jogo contra o Pinheiros, ano passado. A punição obriga a equipe a seguir na estrada. Na próxima quarta-feira, em partida válida pela segunda rodada,  o Dragão recebe o Campo Mourão na vizinha Lençóis Paulista.

 

O Paulistano terá mais alguns dias de folga antes de voltar ao palco do inédito título Paulista. Na sexta, a equipe de Gustavinho volta ao Pedrocão para mais uma partida contra o Franca.

 

O JOGO

 

Os primeiros pontos do NBB10 não poderiam vir das mãos de outra pessoa, se não Alex Garcia. Além da bandeja do Brabo, Bauru ainda pontuou com Anthony e Renan, largando na frente na partida. Mas aos poucos, o Paulistano se recuperou e passou a ficar no controle do jogo com infiltrações de Eddy e jogadas individuais de Lucas Dias, que tirava proveito da altura no confronto particular com Isaac e Anthony. Caindo na armadilha do rival, que conduzia o Dragão para a linha dos três pontos, onde a equipe não teve bom desempenho, o Bauru voltou a se encontrar quando Hettsheimeir assegurou os rebotes defensivos, possibilitando que Alex e Duda puxassem contragolpes para buscar o empate, 17 a 17.

 

O início do segundo quarto não foi tão produtivo quanto do período anterior. Fazendo escolhas erradas no ataque, os rivais não levavam muito perigo no ataque, deixando o marcador estacionado. Com a volta de jogadores considerados titulares, os adversários voltaram a apresentar um basquete envolvente. Liderado por Alex Garcia, Bauru chegou a abrir quatro pontos após arremesso de Renan, na zona morta, mas dali em diante só deu Paulistano. Enquanto o time do interior paulista forçava bolas de fora, o clube da capital tirou o melhor de Guilherme e Eddy para fechar o primeiro tempo a frente, 36 a 33.

 

Bauru voltou para a etapa complementar cometendo os mesmos erros da primeira metade. Precipitando bolas de fora, mesmo com tempo no relógio para trabalhar uma jogada que levasse mais perigo, o Dragão viu os reais donos da casa abrirem nove pontos com Lucas Dias e Elinho. Bauru até chegou a esboçar uma reação, escorada na individualidade de Alex e Anthony, mas a inconsistência defensiva foi um prato cheio para o Paulistano. Com facilidade, a equipe de Gustavinho explorou os miss-matches, construindo sua maior vantagem na partida (10 pontos) após arremessos certeiros de Lucas Dias e Yago. Já nos minutos finais, Maikão apareceu bem na área pintada, assegurando rebotes ofensivos e diminuindo a desvantagem com quatro pontos consecutivos, 56 a 52.

 

Em sua estréia pelo Dragão, Duda anotou dez pontos, sendo os últimos dois os da vitória Victor Lira/Bauru Basket).

 

O bom momento bauruense ficou evidente no início da última parcial. Com uma defesa mais ajustada, imprimiu muitas dificuldades ao Paulistano. Além disso, soube explorar a bela partida que o pivô Maikão vinha fazendo para colocar fogo de vez na partida. Mesmo com a crescente bauruense, o Paulistano sustentava a dianteira com a colaboração de outro jovem jogador, Du Sommer. Mas, por mais que o pivô tentasse manter sua equipe a frente no marcador, Bauru, àquela altura, era superior e contou com a força do quinteto para resolver a partida. Um dos destaque do time essa tarde, Anthony contribuiu com duas infiltrações e assistência certeira para Maikão virar a partida. O Paulistano não se entregou e chegou a retomar a liderança com Lucas Dias, mas no último arremesso, Duda, em sua estreia pelo Dragão, decretou o triunfo bauruense na capital, 72 a 71.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados