Mogi segura pressão do Vitória e conquista segundo triunfo dentro do Hugão

11/11/2017

O Mogi das Cruzes conquistou seu segundo resultado positivo no Novo Basquete Brasil 10. Depois de estrear na competição com vitória tranquila sobre o Basquete Cearense, o Mogi voltou a vencer dentro do Hugo Ramos ao bater o Vitória por 80 a 75.

 

Assim como na partida diante do Carcará, os donos da casa estiveram à frente do marcador durante grande parte do confronto, mas o jogo ganhou um contorno completamente diferente no último quarto, quando o rubro-negro encaixou o sistema defensivo, diminuindo a diferença, que chegou a ser de vinte e dois pontos.

 

A recuperação dos visitantes só reforçam a rivalidade criada entre as equipes após o confronto válido pelas quartas de final do último NBB, vencido pelo Vitória após Mogi abrir 2 a 1 e ficar muito próximo da classificação.

 

Com o resultado desse sábado, Mogi se mantém no pelotão de cima da tabela de classificação, com duas vitórias em duas partidas, mesma campanha da Liga Sorocabana e do Bauru. Com um início completamente diferente do rival, o Vitória figura na parte de baixo, com duas derrotas, assim como o Paulistano e o Basquete Cearense.

 

O JOGO

 

Jogando ao lado de seu torcedor, o Mogi iniciou melhor a partida. Com boa movimentação de jogo de Larry Taylor e arremessos certeiros de Jimmy, o time de Guerrinha logo foi tomando conta do jogo. Tentando se encontrar, o Vitória chegou a ter boas oportunidades no contragolpe, mas o rubro-negro não conseguia se aproximar no marcador devido as escolhas equivocadas na conclusão das jogadas. Com a entrada de André Goes, o Vitória trabalho melhor ofensivamente e chegou a encostar, mas Vithino e Fabrício converteram bolas importando, devolvendo a tranquilidade ao Mogi, 24 a 15.

 

A vantagem, entretanto, foi embora num piscar de olhos no começo do segundo quarto. Encaixando uma boa sequência dentro do garrafão, Kurtz diminuiu a desvantagem do Leão para apenas três pontos. Mas, na mesma velocidade que o Vitória se aproximou, os mandantes voltaram a desgarrar. Com contribuição de todo o quinteto, mas especialmente de Caio Torres, que também apareceu no perímetro, Mogi colocou a vantagem na casa dos dígitos duplos novamente. A sequência mogiana despertou os americanos, até então apagados, do Vitória. Mas mesmo com as cestas de Shaw e Okorie, Mogi seguia mais consistente. Assim, em jogadas bem trabalhadas de Larry e Fabrício, fechou o primeiro tempo com larga vantagem, 50 a 38.

 

 Caio Torres deixou a quadra com duplo duplo, 16 pontos e 10 rebotes (Antonio Penedo).

 

A situação, que já era confortável, ficou ainda mais favorável ao Mogi na volta para a etapa complementar. Pressionando a saída de bola de Dawkins, o time da casa recuperou bolas com relativa facilidade, construindo sua maior vantagem dentro da partida através de contragolpes finalizados por Larry, Jimmy e Fabrício. Àquela altura, o duelo parecia muito bem encaminhado, mas o Vitória começou a montar uma recuperação que seria decisiva para o rumo da partida. Defendendo de forma mais agressiva, conseguiu neutralizar as principais armas do adversário e ir descontando a diferença em bolas de segurança de Renato, 68 a 54.

 

Mantendo a agressividade, o rubro-negro seguiu melhor na partida. Protegendo bem o garrafão das investidas do rival, o Leão soube explorar cada rebote conquistado na defesa para sair em velocidade com Edu Mariano. Por meio dos contragolpes, o Vitória entrou de vez no jogo após a sequência de Kurtz na área pintada e bola de três pontos de André Góes, baixando a diferença para apenas uma posse de bola com três minutos por jogar. Com dificuldades para romper o sistema defensivo do rival, ajustado dentro da partida, Mogi voltou a pontuar com Fabrício na linha do lance livre. No ataque seguinte, Kurtz voltou a pontuar próximo à cesta e manteve as chances de vitória dos visitantes. Foi então que Shamell partiu para jogada individual e colocou Mogi em ótima condição dentro da partida. O Leão até tentou uma última investida, mas errou o passe e saiu de quadra derrotado, 80 a 75.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags