Campo Mourão vence duelo equilibrado diante da Liga Sorocabana

01/12/2017

O Campo Mourão se recuperou no NBB. A equipe paranaense, que havia conquistado uma bela vitória na estreia diante do Franca e depois acumulou quatro derrotas consecutivas, retomou o caminho dos triunfos ao bater, fora de casa, a Liga Sorocabana por 68 a 63. Foi a primeira derrota da LSB dentro dos seus domínios na competição.

 

Como o placar já entrega, o confronto ficou marcado pelo equilíbrio, exceto pelos primeiros minutos, onde o Campo Mourão se impôs, chegando a abrir 14 pontos de vantagem com alto aproveitamento nos arremessos de três pontos.

Aos poucos a Cavalaria foi se encontrando e encostando no marcador. Assim, o jogo ficou aberto e cheio de alternativas, com os rivais se alternando na dianteira do marcador durante grande parte do terceiro período. No entanto, no final da parcial a equipe mourãoense abriu cinco pontos de vantagem, fundamentais para que pudesse ter o controle do jogo no último quarto, período que administrou a folga no marcador, assegurando a vitória.

 

O ponto crucial para a ligeira mas importante superioridade dos visitantes foi sem dúvida nenhuma a distribuição da pontuação e as bolas do perímetro. Apesar de Brown e Hélio serem as referências da equipe dentro de quadra, Pastor e César vieram bem do banco e desequilibraram no segundo tempo. Em relação às bolas de fora, Campo Mourão converteu oito arremessos, contra apenas três da Liga Sorocabana.

 

 Com 17 pontos, Brown deixou a quadra como cestinha da partida (Reprodução/LNB).

 

O resultado de ontem (30) aproxima os times na tabela de classificação. Até então na parte de cima da tabela, a Cavalaria conheceu sua terceira derrota em cinco jogos e caiu para o décimo lugar. Logo atrás, fechando o grupo de equipes que se classificariam para os playoffs, vem os paranaenses, com o mesmo número de vitórias mas com uma partida a mais.

 

O JOGO

 

Mesmo jogando longe de seus domínios, o Campo Mourão iniciou a partida melhor. Com grande participação de sua dupla de norte-americanos, abriu 9 a 0 após infiltrações de Brown e bola de três pontos de Jamail, em jogadas de velocidade. Apesar das orientações passadas por Rinaldo, a Liga Sorocabana não se encontrava e permitia que os mourãoenses tivessem liberdade no perímetro. Por ali, o time visitantes brilhou (80% de aproveitamento), abrindo quatorze pontos de diferença após arremessos certeiros de Mathias, Brown e Hélio.

 

O panorama só começou a mudar quando a Cavalaria passou a agredir o adversário com marcação alta e dobras. Assim, tirou o rival da zona de conforto, recuperando posses de bola e progredindo em contragolpes, por onde Robinho enterrou e levantou a torcida. Dali até o final do quarto, os mandantes seguiram em uma crescente, com destaque para as bolas de três pontos de Kevin e Jackson, 24 a 19.

 

Desde o início, o segundo quarto ficou marcado pelo equilíbrio. Em um primeiro momento, a Liga Sorocabana foi melhor, encostando no marcador ainda no primeiro minuto após tiro de três pontos de Brite e bandeja de Lucão. Mas não demorou muito para o Campo Mourão se estabelecer. Experientes, Hélio e Daniel Alemão responderam na mesma moeda, recolocando a diferença em cinco pontos.

 

Depois de alguns minutos marcados pela grande quantidade de erros ofensivos, de ambos os lados, a Cavalaria, ligeiramente superior, conseguiu alcançar o empate com sua dupla de pivôs, Lucão e Rafael Mineiro. Diante das defesas apertadas, o jogo ficou concentrado na linha do lance livre, onde os adversários vinham trocando pontos, até Mineiro distribuir dois tocos e converter bola de segurança para colocar os mandantes na liderança do confronto pela primeira vez, 36 a 35.

 

O duelo, que já estava interessante, ganhou ainda mais alternativas na volta para o segundo tempo. Logo nos primeiros minutos, os visitantes recuperaram a dianteira com boa movimentação de bola e cortes rápidos que proporcionaram bandejas para Hélio e Brown. A resposta dos donos da casa mais uma vez veio através da defesa agressiva e jogo de transição, principalmente pelas mãos do armador Cook. Em uma das recuperações, sofreu falta antidesportiva e após os lances livres, decretou o empate.

 

Assim como no período anterior, os rivais tinham dificuldade para confrontar as defesas e criar ações ofensivas. Assim, os minutos finais da parcial ficaram truncados, com ligeira vantagem para o Campo Mourão, que pulou na frente após contragolpes puxados por Brown e finalizados por Pastor e Daniel Alemão, 51 a 46.

Com o jogo se encaminhando para o final e as defesas bem posicionadas, os times demoraram a produzir no último quarto. Depois de muitos erros nas conclusões das jogadas, a Cavalaria diminuiu a diferença para apenas dois pontos com Mineiro e Cook, mas o time de Emerson de Souza respondeu imediatamente, aumentando a vantagem para sete pontos com César e Pastor.

Sem outra opção, os mandantes apertaram a marcação, ainda no campo do adversário, e trataram de acelerar as ações. Liderado por Cook, o time até teve volume de jogo e chegou a reduzir a desvantagem, mas Campo Mourão aproveitou as oportunidades na linha do lance com César, contou com o relógio a seu favor e voltou a vencer, 68 a 63.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags