Em duelo alucinante, Mogi leva a melhor sobre Franca

13/12/2017

Partidas boas deveriam obrigatoriamente ter prorrogações. Essa é a sensação que fica depois do duelo de tirar o fôlego entre Mogi das Cruzes e Franca, vencido pela equipe do Alto Tietê pelo placar de 72 a 71.

 

Favoritos à conquista do título ao lado de outros grandes concorrentes, os rivais travaram um encontro acirrado, mas repleto de grandes jogadas, o que elevou e muito a qualidade do jogo, mesmo com os desfalques de ambos os times (Caio Torres para os mandantes e Leandrinho, Rafa Luz, Alexey e Jefferson para os visitantes).

 

Depois de um primeiro tempo equilibrado, Franca chegou a abrir nove pontos de vantagem com um sistema defensivo sólido, mas Mogi não se entregou, contou com o brilho individual de Shamell para virar a partida, retomando o caminho das vitórias.

 

Na próxima rodada, Guerrinha reencontrará o Bauru, equipe que comandou por sete temporadas antes de desembarcar no Hugão, palco do confronto que acontece no sábado. O Franca, por sua vez, volta à quadra antes, na quinta, diante da Liga Sorocabana, no Gualberto Moreira.

 

O JOGO

 

Já nos primeiros minutos foi possível ver qual seria a tônica da partida. Aproveitando muito bem as jogadas de pick-and-roll entre os armadores (Vithinho e Coelho) e os pivôs, Wesley Sena e Mineiro, os rivais mostraram força ofensiva, se alternando na liderança do confronto. Aos poucos, os adversários foram variando a forma de jogar, sem deixar de lado a intensidade na defesa e na puxada de contragolpe, fundamentos que Tyrone e Leo Meindl exploraram muito bem para liderar seus companheiros dentro de quadra. Tamanho equilíbrio não poderia resultar em outro resultado que não fosse o empate parcial, 18 a 18.

 

Nem mesmo o intervalo entre os períodos esfriou as equipes. Movimentando de maneira inteligente a posse de bola, os ataques continuaram fluindo de lado a lado no começo da segunda parcial. Ligeiramente mais organizado dentro de quadra, Franca chegou a abrir cinco pontos de vantagem em jogadas individuais de Pedro. A recuperação mogiana veio através do trio de norte-americanos, mas também passou pelas mãos de Fabrício e Vithinho. Distribuindo bem o volume de jogo na contra-ofensiva, o time da casa foi para os vestiários à frente no marcador, 40 a 38.

 

 Shamell anotou 13 pontos na última parcial e foi decisivo para recuperação mogiana (Antonio Penedo).

 

Com a defesa bem postada, Franca voltou melhor para o segundo tempo. Dificultando as infiltrações do adversário, aproveitou as oportunidades que teve no contragolpe e também no perímetro, onde Leo Meindl e Gruber apareceram livres, para assumir o controle do jogo, abrindo sete pontos de vantagem. A entrada de jogadores mais leves, como Vithinho e Filipin, melhorou o balanço defensivo/ofensivo mogiano, mas apesar disso o time não aproveitou algumas oportunidades, desperdiçando a possibilidade de se aproximar no placar, 54 a 48.

 

Logo na primeira investida do último quarto, os visitantes abriram nove pontos, sua maior vantagem no jogo, após arremesso de três pontos de Cipolini. Mas a partir daquele momento, a partida mudou completamente de figura, ou melhor, voltou a apresentar o equilíbrio de todo o primeiro tempo. Até então discreto, Shamell incendiou o Hugão com sete pontos consecutivos, recolocando o time no jogo. O duelo então ficou estudado e nervoso. Enquanto Coelho e Mineiro tentavam resolver a parada, Shamell e Larry se desdobravam para manter os mandantes vivos.

 

Assim, a partida ganhou um final de jogo alucinante. A frente no marcador, Franca tinha a posse de bola com Pedro, mas Shamell foi esperto, recuperou a laranjinha e recuperou a liderança. Com poucos segundos no relógio, Leo Meindl recebeu a reposição e encontrou espaço na defesa mogiana, praticamente definindo o duelo. Só que ainda restavam cinco segundos, e Shamell aprontou mais uma. Em jogada individual, fintou Leo e garantiu o triunfo mogiano com uma bandeja, 72 a 71.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados