Paulistas vencem e acirram briga pelo G4

23/12/2017

Quatro jogos movimentaram o sábado do Novo Basquete Brasil. Apesar da vitória do Botafogo sobre o Campo Mourão, importantíssima para as pretensões do clube de General Severiano, o destaque da rodada fica para o desempenho das equipes paulistas.

 

Depois de um começo de campeonato discreto, até em função do relaxamento natural após a conquista do Campeonato Paulista, o Paulistano mostrou que pode ir longe também no NBB. Essa manhã, os comandados de Gustavinho travaram uma batalha épica contra o Vasco, em São Januário.

 

O time da capital paulista começou a partida sentindo-se em casa. Imponente, chegou a abrir vinte e um pontos de vantagem no primeiro quarto. Mas o duelo estava longe de ser resolvido. De pouquinho em pouquinho, o cruz-maltino não só equilibrou o confronto, como também assumiu o controle do combate, no começo do último período.

 

 

Equipes que possuem elencos completamente diferentes, fizeram um jogo parelho, de altos e baixos (Thiago Moreira).

 

Foi então que brilhou a estrela de Fuller. Contratado para essa temporada, o ala-armador converteu todos os arremessos que tentou na parcial, liderando a reviravolta dos visitantes com 17 pontos. Com o triunfo sobre o Gigante da Colina (77 a 71), o Paulistano chegou a sete vitórias em dez partidas, entrando pela primeira no G4 da competição, atrás do Pinheiros, Mogi e Flamengo.

 

Por falar em Flamengo, o rubro-negro sofreu na mão do Franca. Depois da vitória consistente diante do Bauru Basket na última quinta-feira, o Fla foi amplamente dominado pela equipe paulista, dentro do Pedrocão.

 

Desde os primeiros minutos, os mandantes foram se impondo com uma defesa muito bem ajustada. Dessa maneira, pôde limitar a produção ofensiva do rival e usar a velocidade do contragolpe para pontuar com inteligência e equilíbrio. Com aproveitamento de 93,8% nos arremessos, Franca impôs 36 a 13 na primeira parcial.

 

Dali até o final do duelo, o time de Helinho apenas controlou a parada, distribuindo muito bem as ações ofensivas. Foram nada menos que seis atletas pontuando acima dos dez pontos, produção que permitiu ao clube alcançar a vitória centenária, por 100 a 82, e colar no Paulistano, podendo até igualar a campanha caso vença a partida em atraso que tem por fazer.

 

Principal jogador da equipe francana no ano, Leo Meindl terminou a partida com 16 pontos (Newton Nogueira).

 

Quem vive situação semelhante é o atual campeão brasileiro, o Bauru Basket. Depois da dura derrota sofrida para o Flamengo, o Dragão voltou a São Carlos, novamente na condição de mandante, e se recuperou em grande estilo, batendo o Minas, até então quinto colocado, pelo placar de 89 a 70.

 

Assim como os demais clubes paulistas, Bauru assumiu o controle da partida logo de cara, colocando a diferença na casa dos dígitos duplos ao final do primeiro tempo, com destaque para a força coletiva da equipe, algo que faltou no último compromisso.

 

Guerreiro, o Minas não se abateu e chegou a encostar no marcador ao final do terceiro período, mas o Dragão manteve a cabeça no lugar, trabalhou bem dos dois lados da quadra, especialmente com Alex e Jaú, e teve um final de jogo relativamente tranquilo.

 

Paulistas e mineiros fizeram um grande jogo, movimentado e de alto aproveitamento (Victor Lira/Bauru Basket).

 

Com o resultado positivo, Bauru soma seis vitórias em dez partidas, podendo inclusive igualar a campanha francana em caso de tropeço do rival na partida que o clube fará na próxima sexta, diante do Pinheiros, em São Paulo.

 

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags