Paulistano se impõe dentro do Hugão e volta ao G4

O Paulistano estreou em 2018 em grande estilo. No duelo diante do Mogi, que tornou-se rival por conta dos confrontos quentes das últimas temporadas, o clube da capital paulista desbancou o líder do campeonato ao vencê-lo dentro do Hugão por 84 a 80, na primeira partida após a paralisação para as festas de Ano Novo.


A verdade é que os visitantes construíram o triunfo desde os primeiros minutos, quando incomodou o rival com defesa forte e desempenho de destaque de Fuller e da dupla de pivôs Hubner e Nesbitt. Sem companhia ofensiva até então, Shamell contou com o crescimento da equipe, mas sobretudo de Larry, para equilibrar as ações, ainda que dentro da parcial, já que a vantagem se mantinha próxima dos dez pontos.


O bom momento mogiano, no entanto, acabou não se efetivando numa real aproximação por conta da precisão do Paulistano, que na volta do intervalo aproveitou as jogadas de transição puxadas por Elinho e converteu cinco dos sete arremessos tentados, desgarrando ainda mais no marcador, chegando a abrir 21 pontos de vantagem no início do último período.


No reencontro com seu ex clube, Elinho aprontou mais uma vez (Vitor Geron).

A partida, que parecia resolvida, reservava ainda muitas emoções. Em um pedido de tempo técnico, Guerrinha cobrou mudança de atitude, pensando não mais no confronto em si, mas sim em um possível critério de desempate, caso as equipes terminem empatadas ao final da fase de classificação.


Intensificando o trabalho defensivo, que controlou melhor as saídas em velocidade do adversário, Mogi foi cortando drasticamente a vantagem do Paulistano, colocando em xeque o triunfo dos visitantes. No entanto, as inúmeras reclamações com a arbitragem, sem fundamento por sinal, aliadas a escassez de ideias do primeiro quarto, impediram a recuperação mogiana dentro do confronto.


Shamell bem que tentou, mas nem mesmo os 28 pontos, que o fizeram cestinha da partida, foram suficientes (Antonio Penedo).


Com o triunfo, o Paulistano chega a 8 vitórias e 3 derrotas, recuperando a quarta colocação, perdida após o triunfo francano diante do Flamengo, no último dia 29. O Mogi, por sua vez, conheceu sua primeira derrota dentro da casa, a segunda na competição, mas ainda assim não perde a liderança, já que computa 9 vitórias em 11 partidas.


Postagens Recentes
Arquivo
Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados