Minas vence LSB em partida equilibrada e se reabilita

06/01/2018

O Minas espantou a má fase que perdurava há três partidas (Flamengo, Franca e Bauru) ao superar, dentro de casa, a Liga Sorocabana, pelo placar de 71 a 61, em confronto válido pela décima terceira rodada da primeira fase.

 

Se não conseguiu repetir as boas exibições que chamaram a atenção no início da temporada, o time de Espiga mostrou que será através da solidez defensiva que irá caminhar em busca de vôos maiores no NBB10. Aplicado taticamente, limitou o adversário a apenas 61 pontos, sendo que muitos deles vieram em ataques rápidos, já na reta final da partida.

 

Diferentemente dos últimos duelos, sistema defensivo e norte-americanos voltaram a funcionar (Victor Lira/Bauru Basket).

 

Com isso, o time volta ao caminho das vitórias, alcançando 6 triunfos em 10 duelos, campanha que o coloca na sétima colocação, ao lado do Vitória. Já a Cavalaria, amarga agora a lanterna da competição ao lado do Campo Mourão com duas vitórias em 10 jogos.

 

O JOGO

 

Minas e Liga Sorocabana iniciaram a partida movimentando bem a bola, levando vantagem sobre os sistemas defensivos graças também à boa aparição de Audrei, para os mandantes, e Mineiro, para os visitantes. Mas aos poucos, as defesas protegeram melhor os garrafões, obrigando as equipes a arriscarem arremessos longos, sem sucesso. Com o passar do tempo, o time da casa contornou melhor a situação, sobretudo nas tramas entre Gegê e Roquemore, e também nos rebotes ofensivos de Big e Teichmann, fechando o primeiro quarto com vantagem de dez pontos, 19 a 9.

 

Na segunda parcial o duelo mudou completamente de figura, ou melhor, voltou a ficar equilibrado, como nos primeiros minutos. Com uma formação leve, a Cavalaria pressionou o rival, que sentiu a ausência momentânea de Gegê, e explorou o contragolpe, distribuindo as investidas em infiltrações de Brite e Jackson, além da segurança de Drudi na área pintada. Após o retorno de Audrei, o Minas voltou a pontuar, evitando a virada dos mandantes, mas não conseguiu sustentar a liderança ao final do primeiro tempo, 31 a 31.

 

O terceiro quarto reservou dois momentos completamente distintos. Voltando a apresentar um basquete rápido e de muitas triangulações, o Minas não tomou conhecimento da Liga Sorocabana e voltou a abrir larga vantagem, princialmente por conta das bolas certeiras de Roquemore na linha dos três pontos e também das jogadas entre os pivôs do time de Belo Horizonte. No entanto, a Cavalaria não se abateu, foi valente e o esforço acabou sendo premiado com uma reta de parcial animadora, diminuindo o prejuízo após a entrada de Lucão e manutenção de Drudi, 53 a 47.

 

O início da última parcial foi truncado, mas ainda assim foi favorável ao time de Espiga, como em todos os outros períodos da partida. Com as duas jogadas individuais de Rush, em infiltração e depois em roubada que culminou em enterrada, o Minas voltou a ter dois dígitos de vantagem no marcador, se aproximando da vitória. No entanto, como não conseguia ser efetivo no ataque, viu o jogo se arrastar até os instantes finais, sacramentando o triunfo com a consistência defensiva, que limitou o ataque adversário durante grande parte do embate, 71 a 61.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags