Em noite histórica para Vithinho, Mogi vence Campo Mourão

06/02/2018

A cada dia que passa os jovens mostram porque estão sendo lapidados a mão pelos clubes. Um dos destaques da nova geração do basquete nacional, Vithinho escreveu seu nome na história do Novo Basquete Brasil, na vitória do Mogi das Cruzes sobre o Campo Mourão, ontem (05), por 97 a 69..

 

Vindo do banco, o ala-armador entrou no seleto grupo de jogadores que alcançaram um triplo-duplo pelo NBB, se tornando, inclusive, o mais novo a atingir tal feito, com apenas 22 anos. Anteriormente, apenas Larry Taylor (4 vezes), Fernando Penna (1), Valtinho (1) e Scott Rodgers (1) haviam alcançado a marca.

 

Cada vez mais maduro e adaptado ao esquema de jogo imposto por Guerrinha, Vithinho tem ganhado mais tempo de quadra para desenvolver seu basquete e auxiliar a equipe mogiana na obtenção dos triunfos e objetivos traçado a curto e longo prazo, sendo peça importante da segunda unidade.

 

No triunfo sobre o Campo Mourão, não foi diferente, Vithinho foi ainda mais incisivo. Seguro, contribuiu com 10 pontos, 10 rebotes e 10 assistências em apenas 22 minutos. Para se ter uma ideia, o jovem jogador participou efetivamente da conclusão de 40% das tramas do seu clube, deixando a quadra com 21 pontos de eficiência, a segunda maior da partida, atrás apenas de Caio Torres, cestinha do jogo.

 

Vithinho é observado de perto por Lucas, na partida do primeiro turno do NBB (Antonio Penedo/Mogi das Cruzes).

 

Ao final do duelo, Vithinho comemorou o feito, mas ciente de toda a sequência da temporada e dos objetivos maiores da equipe, preferiu valorizar o trabalho coletivo, fundamental para a conquista do jovem atleta.

 

“Antes do triplo-duplo, vem a vitória importante do time. A gente vem em uma sequência muito boa e agora já precisamos pensar no Paulistano, que será o jogo muito difícil. Eu fico muito feliz com o triplo-duplo. Eu trabalho muito para isso, mas eu devo aos meus companheiros que me ajudam também. É uma coisa memorável, difícil de se alcançar e eu vou guardar para sempre. Estou muito feliz com a minha atuação, a da equipe e com a vitória. Isso me motiva a trabalhar e conquistar mais coisas por Mogi das Cruzes."

 

Com a vitória sobre o Campo Mourão, Mogi iguala a campanha do Flamengo, de quatorze triunfos em dezessete jogos. Mas, por ter sido derrotado no confronto do primeiro turno, por 77 a 71, se mantém na terceira colocação, atrás dos rubro-negros.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags