Brasil deslancha no segundo tempo e mantém invencibilidade

23/02/2018

A Seleção Brasileira confirmou o favoritismo e venceu a modesta Seleção Colombiana por 84 a 49, mantendo a invencibilidade e a liderança do Grupo B das Eliminatórias da Copa do Mundo de Basquete, que será disputado em 2019, na China. Anteriormente, o Brasil já havia vencido o Chile e a Venezuela.

 

Mas engana-se quem pensa que a Seleção Brasileira teve vida fácil. O placar pode até apontar uma vitória tranquila à favor dos comandados de Petrovic, mas a vantagem foi construída apenas no segundo tempo consistente da equipe, que esteve muito apática na primeira metade.

 

A empolgação da torcida goiana logo se transformou em preocupação. Animada com a possibilidade de ver de pertinho grandes jogadores do NBB e de Leandrinho e Varejão, com passagens pela NBA, lotou a Goiânia Arena (2949 público total), mas o primeiro quarto ruim da seleção brasileira esfriou as arquibancadas.

 

Apresentando dificuldades na marcação e na articulação das jogadas, o Brasil viu a Colômbia assumir o controle do jogo, se impondo mesmo fora de casa. Aos poucos, Leandrinho e Varejão começaram a chamar a responsabilidade, equilibrando o duelo na individualidade da dupla, perante ao trabalho coletivo do rival, que fechou o primeiro período à frente, 24 a 21.

 

Na volta para o segundo quarto, o Brasil voltou mais agressivo na marcação. Diminuindo os espaços do adversário, conseguiu tirar o volume ofensivo dos colombianos. Mas, ainda apresentava falhas na organização, forçando muitas bolas. Mais uma vez, a dupla de ex-jogadores da NBA resolveu. Atuando em parceria, causaram estragos aos visitantes, recuperando a liderança para a Seleção Brasileira, 33 a 30.

 

Melhor jogador da partida, Varejão flertou com o triplo duplo, mas obteve um duplo duplo, 14 pontos, 13 rebotes e 8 assistências (FIBA Américas).

 

No começo do segundo tempo já foi possível ver um Brasil diferente, mais parecido com o dos primeiros jogos. Atuando de forma mais coletiva, principalmente pelo crescimento de produção de Yago, assumiu o controle da partida, abrindo dezessete pontos de diferença ainda nos primeiros minutos da etapa complementar. Depois da sequência dura, Rentería e Michael Jackson tentaram responder para os visitantes, mas Leandrinho voltou a pontuar, mantendo a gordura no marcador, 58 a 45.

 

Disposto a liquidar a partida, sem dar brechas para novos sustos, como o do início do confronto, a Seleção Brasileira voltou para o último período marcando firme, mesmo com os titulares ganhando descanso. Sem muitos recursos, a Colômbia queimava arremessos desequilibrados, dando o contragolpe para os donos da casa. A transição dos suplentes brasileiros foi mortal. Mesclando os arremessos longos de Jonathan e Mineiro, com a imposição de Cipolini no garrafão, o Brasil atropelou o rival, fechando o duelo em 84 a 49.

 

Com o triunfo dessa noite, a Seleção Brasileira precisa apenas de mais uma vitória para selar a classificação antecipada à próxima fase. Assim, um simples triunfo sobre a limitada seleção chilena, no domingo, novamente em Goiânia, às 20 horas, garante o Brasil na segunda fase com dois jogos de antecipação.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo