Minas perde para o Quimsa e fica na dependência de outros resultados para seguir na Sulamericana

19/10/2018

O Minas entrou em quadra sabendo exatamente o que precisaria fazer para conseguir uma vaga na próxima fase da Liga Sulamericana. Mas a equipe mineira não resistiu à força do Quimsa, perdeu a partida por 74 a 57, e agora fica no aguardo do confronto entre Fastbreak e Bauru, e também do desenrolar do Grupo D, para, quem sabe, seguir vivo na competição.

 

Para rivalizar com um adversário mais qualificado, que vinha embalado por duas vitórias nos dois primeiros jogos, o Minas tentou equilibrar as ações no trabalho defensivo. Com velocidade na saída dos bloqueios, o time de Espiga conseguiu diminuir o volume ofensivo do Quimsa durante o primeiro tempo.

 

O problema é que a equipe não conseguiu aproveitar da solidez defensiva, para assumir o controle do jogo em jogadas de transição. Sem velocidade no contragolpe e na troca de passes, forçou muitas jogadas individuais, especialmente no perímetro, indo na contramão do que a partida pedia, até pelo início de jogo consistente de Leozão no garrafão.

 

Dentro do possível, defesa minastenista funcionou bem, mas ataque não correspondeu e equipe foi dominada (FIBA Américas)

 

Ainda assim, os brasileiros conseguiram ir para o intervalo com perdendo por apenas seis pontos. Só que na etapa complementar a história foi completamente diferente. Desorganizado, tornou-se presa fácil para os argentinos. Distribuindo bem o volume de jogo, o Quimsa abriu quinze pontos de frente ainda no começo do período e, dali em diante, apenas administrou a vantagem, confirmando a vitória com relativa tranquilidade.

 

Com a derrota para os hermanos, o Minas encerrou sua participação nessa primeira fase com uma vitória e saldo negativo de -5. Apesar da campanha, segue com chances de classificação à próxima fase, carimbando o passaporte como  terceiro melhor colocado geral.

 

Como tem saldo superior ao Leones de Quilpué, terceiro colocado do Grupo A, e do Grupo B só se classificou o Olímpia, primeiro colocado, a vaga ficaria entre os mineiros e o terceiro colocado do Grupo D, que conta com Atlético Góes (mandantes), Flamengo, Welcome (URU) e Libertad Sunchales, da Argentina.
 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags