Franca faz a lição de casa e larga na frente na decisão da Sulamericana

08/12/2018

O Franca deu um passo fundamental na luta pelo título da Liga Sulamericana. No primeiro jogo da decisão, a equipe brasileira fez valer o fator casa e derrotou o Instituto de Cordoba, da Argentina, por 92 a 90, abrindo 1 a 0 na série melhor de três. O segundo e o terceiro, se necessário, jogos serão disputado na casa dos hermanos, nos dias 13 e 14 de dezembro.

 

O placar apertado, no entanto, não reflete o que foi a partida. É verdade que no começo do confronto o equilíbrio se fez presente, com os adversários demonstrando precisão nos arremessos de três pontos. Após muitas trocas de cestas, Franca teve força para superar a lesão sofrida por Elinho e fechar o primeiro quarto com vantagem, com participação fundamental de Alexey, reserva imediato do armador titular.

 

Mas foi a partir do segundo período que os donos da casa se impuseram. Com forte sistema defensivo, conseguiu segurar, durante alguns minutos, o veloz ataque do Instituto. A segurança permitiu que o clube brasileiro tivesse tranquilidade para atacar e, assim, conseguiu movimentar a bola com inteligência, pontuando tanto dentro quanto fora do garrafão. O volume altíssimo de jogo fez com que os mandantes fossem para o intervalo com a diferença na casa dos dígitos duplos.

 

Com 21 pontos, Didi foi o cestinha da primeira final da Liga Sulamericana (FIBA Américas)

 

Na etapa complementar, os visitantes melhoraram o sistema defensivo e conseguiram trabalhar melhor coletivamente, principalmente próximo à cesta, através do trabalho de pernas de Clancy e infiltrações de Espinoza, em um setor até então pouco explorado. A sequência fez com que o Instituto encostasse no marcador ao final do terceiro quarto.

 

Só que no começo da última parcial o duelo ficou amarrado. Com escolhas equivocadas, os adversários não conseguiram ser efetivos no ataque, se tornando presas fáceis para as defesas, que dominaram os rebotes. À frente no marcador durante praticamente toda a partida, Franca acertou mais duas bolas de fora e voltou a abrir dez pontos. Mas quando tudo parecia resolvido, o jogo ganhou contornos dramáticos. 

 

Passando certa impressão de relaxamento, os mandantes acumularam desperdícios de posse de bola e viram a diferença ir para o ralo com a sequência avassaladora dos argentinos, que tiveram, inclusive, a oportunidade de virar a partida, mas Lucas Dias fechou a porta para Garcia Moralez, dando a vitória para os francanos, 92 a 90.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags