Franca vence Instituto e conquista a Liga Sulamericana

15/12/2018

O Franca é o novo campeão da Liga Sulamericana. No terceiro e decisivo confronto da decisão, o time brasileiro desbancou o Instituto de Córdoba, derrotando-o diante de sua própria torcida, por 94 a 90, e conquistando a competição pela sexta vez em sua história, a primeira nesse novo formato. Com o título, os paulistas terão o direito de participar da Liga das Américas de 2019.

 

Mas para sair de quadra com o nome gravado na história francana, os paulistas tiveram muito trabalho. Diante de um time qualificado, que novamente ficou à frente do marcador durante grande parte do duelo, Franca precisou melhorar o sistema defensivo para conter o volume de jogo do adversário e voltar à partida. 

 

Assim, teve tranquilidade para organizar a saída para o ataque, tanto em jogadas de transição, quanto em descidas mais cadenciadas. Movimentando a bola com inteligência, criou inúmeras situações de miss-match que obrigaram os mandantes a dobrarem a marcação, deixando, sempre, um atleta francano livre.

 

Decisivo nos minutos finais, DJ foi nomeado MVP da decisão (FIBA Américas) 

 

Com frieza, os comandados de Helinho foram encaçapando uma bola atrás da outra, sobretudo no perímetro, onde o desempenho da equipe foi altíssimo, superior, inclusive, aos dos donos da casa, que possuem artilharia pesada. Quando o adversário protegia o perímetro, os alas batiam para dentro e buscavam as bolas de segurança, em um equilíbrio ímpar de volume de jogo.

 

O JOGO

 

A decisão da Liga Sulamericana começou extremamente equilibrada. Com uma marcação forte, o Instituto conseguiu recuperar duas posses de bola e sair na contragolpe, assumindo o controle do jogo em cestas de Scala. A reação do Franca passou pela melhor administração ofensiva. Movimentando a bola com mais atenção, encontrou seu refúgio nas bolas de três pontos. Com três arremessos precisos, sendo dois deles de Cipolini, o time brasileiro assumiu a liderança da partida, mas as falhas na briga pelos rebotes permitiram que os hermanos empatassem, 16 a 16.

 

O equilíbrio se manteve presente no começo do segundo período. Com liberdade no perímetro, Gonzalez e André Góes capitalizaram as ações, protagonizando bonita troca de cestas, que perdurou durante três minutos. Só que a partir da metade da parcial, os mandantes prevaleceram. Mais agressivo na defesa, tirou os espaços que os paulistas tinham à média e longa distância, aproveitando o desempenho avassalador de Gonzalez para colocar a vantagem na casa dos dígitos duplos. No final do primeiro tempo, Lucas Dias, completamente apagado até então, diminuiu a desvantagem francana, que foi para os vestiários no lucro, 42 a 38.

 

Cipolini apareceu bem para abrir espaço no imponente garrafão do Instituto (FIBA Américas) 

 

O Franca voltou com uma postura completamente diferente para o segundo tempo. Sob o comando de Alexey, o time brasileiro trabalhou coletivamente, extraindo o melhor de cada peça, desde as infiltrações de David Jackson até a versatilidade de Cipolini, que auxiliou tanto dentro quanto fora do garrafão. Assim, os visitantes conseguiram equilibrar as ações, se alternando na liderança do marcador com os mandantes, que seguiam dominando os rebotes ofensivos, com Espiñoza, e pontuando no perímetro, com González, 67 a 67.

 

A partida, no entanto, mudou de figura no início do último quarto. Atento aos bloqueios sem a posse de bola feito pelos pivôs adversários, o time brasileiro encurtou os espaços dos hermanos nas bolas longas, que deixaram de cair. Com tranquilidade, soube aproveitar a melhora defensiva para assumir o controle da partida com excelente aproveitamento na área pintada, em lances de David Jackson e Cipolini. Nem com os erros da arbitragem, caseira nessa noite, que lhe favoreceram, o Instituto conseguiu buscar o resultado. Atrás no marcador, tentou trocar lances livres por ataques rápidos, mas a precisão de André Góes na linha do lance livre assegurou o título aos brasileiros, 94 a 90.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags