Clubes da capital paulista comandam a noite de quinta-feira; Brasília também vence

01/03/2019

A noite de quinta-feira (28) foi especial para os clubes da capital paulista. Com muita propriedade, Paulistano, Pinheiros e Corinthians venceram seus compromissos e seguem firmes para alcançar seus objetivos nessa reta final do Novo Basquete Brasil.

 

Na primeira partida da noite, o Paulistano recebeu o Vasco da Gama e a diferença técnica entre as equipes ficou evidenciada no marcador. Com mais opções dentro do elenco e com artilharia pesada da linha dos três pontos, onde a equipe converteu 20 arremessos em 37 tentativas (aproveitamento de 54%), os atuais campeões paulistas passaram por cima do cruz-maltino com um placar centenário (109 a 65).

 

Arquirrival do CAP, o Pinheiros foi até o interior paulista e derrotou o Bauru Basket. Depois de três períodos equilibrados, em que as defesas levaram a melhor sobre os ataques, até em função do baixo aproveitamento dos arremessos do perímetro, os comandados de César Guidetti se impuseram no último quarto.

 

Consistência foi fundamental para o triunfo do Pinheiros diante do Dragão (Victor Lira/Bauru Basket) 

 

Fazendo uma leitura melhor de jogo e contando com crescimento de produção de Renato Carbonari, os visitantes aplicaram uma corrida de 8 a 0 nos primeiros minutos da parcial. Com tranquilidade de quem é líder da competição, os pinheirenses administraram a vantagem, chegando a 13 ª vitória consecutiva.

 

No outro embate envolvendo clubes paulistas, o Corinthians contou com o apoio de sua torcida para desbancar o Mogi das Cruzes. Cuidando melhor da posse de bola e trabalhando de maneira coletiva, o alvinegro assumiu as rédeas da partida ainda no segundo quarto, após algumas precipitações ofensivas do rival.

 

Contando com a pontaria calibrada e frieza de Fuller, mas também com o suporte de Giovannoni, Aguiar e Parodi, o Timão conteve a reação mogiana. Nem mesmo a noite iluminada de Shamell, que chegou a marca de 7 mil pontos na história do NBB, foi capaz de colocar a vitória corinthiana em xeque (90 a 79). 

 

Defesa alvinegra funcionou muito bem, tirando espaços de peças importantes do elenco mogiano (Reprodução/Mogi das Cruzes)

 

Já no Distrito Federal, Brasília e Joinville fizeram um confronto direto por uma vaga aos playoffs. Mesmo atuando dentro de casa, a equipe candanga precisou se superar para sair de quadra com a vitória. Depois de um início de partida em que a defesa não se encontrou e sofreu nas mãos de Starks e Mathias, os mandantes mantiveram a cabeça no lugar e buscaram a virada.

 

Intensificando a marcação em cima do norte-americano, conseguiu estancar a produção ofensiva do adversário, tendo tranquilidade para atacar. Em grande noite de Nezinho, que alcançou mais um duplo-duplo, e com outros cinco atletas pontuando acima dos dez pontos, o Brasília ditou o ritmo do duelo e garantiu o triunfo, por 98 a 90, que pode ter sido vital para se garantir na pós-temporada do NBB.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo