Franca é dominado pelo Capitanes e decide classificação contra o Paulistano

10/03/2019

A definição dos primeiros membros do Final Four da Liga das Américas ficou para esse domingo, na terceira e decisiva rodada do Grupo E, sediado em Franca. Isso porque, com as vitórias do Capitanes sobre os donos da casa e o triunfo do Paulistano sobre o Atenas, todos os times ainda possuem chances de classificação.

 

Mas antes de mais nada, vamos a história dos confrontos desse sábado. Na primeira partida da noite, o Franca entrou em quadra relaxado, permitindo que o Capitanes assumisse o controle das ações ainda nos primeiros minutos, com Mendoza comandando o esquadrão mexicano.

 

Aos poucos, os paulistas foram ajustando a marcação e diminuindo o impacto do armador na contra-ofensiva, mas a cada boa ação defensiva, os comandados de Helinho davam claros sinais de afobação e desperdiçavam oportunidades de encostar no marcador, devolvendo a confiança para o adversário.

 

Dessa maneira, os visitantes não precisaram fazer muito esforço para confirmar a vitória. Com um sistema de jogo bem definido, que priorizava as bolas de segurança e à busca por um companheiro melhor posicionado, dominou o último período, chegando a abrir quinze pontos de frente. De olho em um possível tríplice empate, Franca acelerou o ritmo de jogo e diminuiu a diferença nos minutos finais, 79 a 74.

 

Leitura de jogo apurada dos armadores foi preponderante para o triunfo do Capitanes (FIBA Américas)

 

Na partida de fundo, o Paulistano não teve a menor dificuldade para confirmar o favoritismo e bater o Atenas, encaminhando, assim, a vaga ao Final Four da Liga das Américas.

 

Marcando de maneira agressiva, os atuais campeões brasileiros conseguiram neutralizar os principais atletas do adversário e sair na transição. Com velocidade e inteligência, o CAP espaçou a quadra para dificultar o trabalho defensivo do oponente, criado espaços no perímetro, onde teve desempenho avassalador.

 

Com sete bolas de três pontos convertidas ainda no primeiro quarto, abriu larga vantagem no marcador e assumiu o controle de jogo. Demonstrando respeito pelo adversário e trabalhando de maneira coletiva, não diminuiu a intensidade e confirmou a vitória com tranquilidade, fechando a partida em 90 a 68.

 

Com exceção de Beto e Dikembe, que atuaram menos de cinco minutos, todos os jogadores do Paulistano pontuaram (FIBA Américas) 

 

NA PONTA DO LÁPIS

 

Líder da chave com duas vitórias, o Paulistano está com um pé e meio no Final Four. A confirmação da vaga vem com um triunfo simples sobre o Franca ou até mesmo com uma derrota para o Franca, contanto que a diferença não seja superior a 29 pontos. Caso sofra um revés dessa magnitude ainda estaria classificado em caso de vitória do Atenas sobre o Capitanes.

 

Anfitrião do Grupo E, o Franca depende apenas de si para avançar à fase decisiva. Para isso precisa vencer o clássico nacional contra o Paulistano. Se for derrotado, terá de torcer pela vitória do Atenas sobre o Capitanes por uma diferença de até 29 pontos.

 

Na vice-liderança da chave, o Capitanes precisa de uma combinação de resultados para se garantir no Final Four. Antes mesmo de entrar em quadra já saberá se terá condições de brigar pela vaga. Isso porque além de vencer o Atenas, terá que torcer para uma vitória simples do Paulistano ou que Franca bate o CAP por, pelo menos, 30 pontos.

 

Porém, quem tem a missão mais delicada é o Atenas. Na lanterna do Grupo E, precisará vencer o Capitanes por mais de 40 pontos e torcer para que o Paulistano derrote a equipe francana.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags