Destaque da Seleção Brasileira, Michael Uchendu morre nesse sábado

30/06/2019

O basquete nacional está de luto! Na tarde desse sábado, uma notícia pegou os amantes da bola laranja de surpresa. O jovem pivô Michael Uchendu, de apenas 21 anos, morreu afogado após sofrer uma queda de Jet Ski, em uma represa na Serra da Cantareira, região próxima a capital paulista.

 

Natural de São Paulo, o jogador se destacou defendendo as cores do Bauru Basket. Contratado à princípio para atuar nas categorias de base da equipe, Maikão se sobressaiu no time juvenil e foi ganhando espaço na equipe adulta, se tornando uma opção para a rotação bauruense.

 

Com apenas 19 anos, em sua segunda temporada no time principal, Maikão ajudou o Dragão a conquistar o Novo Basquete Brasil. Foi o primeiro título nacional da equipe paulista desde a criação da Liga Nacional de Basquete e a primeira conquista do jogador como atleta profissional.

 

Com um excelente vigor físico e mobilidade, Michael Uchendu dominava a área pintada (FotoJump/LNB)

 

Valorizado pela participação na campanha vitoriosa da equipe, o pivô começou a despertar interesses de equipes do velho continente e frequentemente estava presente em treinamentos nos Estados Unidos. Ao final da temporada 2017/2018, se transferiu para Mombus Obradoiro, da Espanha.

 

A decisão de mudar de equipe e também de país tinha um único motivo: ser selecionado do Draft da NBA. No clube espanhol, Maikão teria mais tempo de quadra, poderia desenvolver ainda mais todo o seu vigor físico e estaria em um mercado mais atrativo para os olheiros norte-americanos.

 

Durante sua passagem pelo Obradoiro, o atleta foi convocado para defender a Seleção Brasileira e se sagrou Campeão Sulamericano Sub 21, sendo um dos destaques do esquadrão canarinho ao lado de Yago e Didi, companheiros de longa data nas categorias de base.

 

Enterradas e pontes aéreas faziam parte do repertório do pivô brasileiro (FIBA Américas) 

 

O contrato de Maikão com o Obradoiro havia se encerrado na última semana e o jogador estudava a possibilidade de retornar ao Brasil. Enquanto aguardava seus empresários definirem o seu futuro, Maikão passava as férias na sua cidade natal, junto com a família e amigos.

 

A tragédia desse sábado interrompe a carreira de um dos jovens mais talentosos da nova geração do basquete nacional e que tinha uma vida toda para batalhar por seus sonhos, dividindo todas as conquistas com as pessoas queridas.

 

* O Laranja Pulsante lamenta profundamente a partida precoce de Maikão e deseja muita força à família e aos amigos do atleta. 

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags