Franca supera o São Paulo e segue invicto no Campeonato Paulista

16/08/2019

O Franca conquistou mais uma vitória nessa quinta-feira. Mesmo atuando fora de casa, a equipe do interior paulista venceu o São Paulo, por 93 a 75, chegando a quinta vitória consecutiva e mantendo os 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista.

 

Contra o tricolor, ficou evidente a diferença de realidade entre as duas equipes. Embora ambas tenham investido alto para essa temporada, contratando grandes jogadores, os clubes encontram-se em momentos completamente distintos nessa altura da competição.

 

Dando sequência ao trabalho iniciado há três anos, o Franca manteve grande parte do elenco campeão paulista e sulamericano, indo ao mercado apenas para repor a saída de jogadores jovens que compunham a segunda unidade e buscaram outros desafios.

 

Por conta disso, apresenta um padrão de jogo estabelecido e escorado na coletividade, em que as qualidades individuais se sobressaem de maneira natural. Dessa maneira, o time da Capital do Basquete tem construído seus resultados e contra o São Paulo não foi diferente.

 

Bem distribuído dentro de quadra, Franca não teve trabalho para bater o time são paulino (Miguel Schincariol)

 

Demonstrando já estar adaptado ao estilo de jogo da equipe, Parodi orquestrou o ataque francano com muito primor. Consciente, soube o momento exato de servir seus companheiros e a hora de concluir as jogadas, se aproximando do primeiro duplo-duplo pelo novo clube, com 17 pontos e 07 assistências.

 

Os mais beneficiados pela visão de jogo apurada do armador foram os homens de garrafão. Sem guardar posições, Lucas Dias e Cipolini bagunçaram a defesa são-paulina, pontuando tanto dentro do garrafão, quando em arremessos de fora, quando tiveram oportunidade de espaçar a quadra.

 

A organização e coletividade francana contrastou com a falta de padrão de jogo tricolor. Completamente apático e estático, o São Paulo tentava se manter vivo na partida em virtude do desempenho individual do seu principal jogador na temporada até o momento.

 

Fazendo a leitura de jogo correta, Georginho explorou o seu vigor físico no trabalho de um contra um, sendo letal nas jogadas de poste baixo contra armadores mais franzinos e nos arremessos de longa distância em situações em que era marcado pelos pivôs adversários. 

 

Apesar do desempenho positivo do camisa 14, o São Paulo não teve consistência defensiva e tampouco recursos ofensivos para fazer frente a mais uma equipe que briga na parte de cima da tabela. Assim como havia acontecido contra Mogi e Pinheiros, o time viu o Franca ir abrindo vantagem e confirmar a vitória com certa tranquilidade.

 

Jogadores como Shamell e Holloway tem deixado a desejar nesse início de temporada (Miguel Schincariol)

 

Em entrevista para a Federação Paulista de Basquete, Helinho Garcia comentou sobre a atuação de sua equipe.

 

"O que eu mais fiquei feliz hoje é que nas variações táticas defensivas nós tivemos efetividade. Nossa defesa funcionou, tirando volume de jogadores importantes deles. Isso fez com que tivéssemos a bola na mão, pudéssemos atacar com agressividade, explorando pontos que sabíamos que teríamos de explorar."

 

Como enfrenta o Pinheiros nesse sábado, às 19:00, o Franca segue na capital paulista. Já o São Paulo terá alguns dias para trabalhar antes de voltar à quadra, na próxima terça-feira, novamente no Ginásio do Morumbi, para encarar o Mogi das Cruzes.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo