Brasil vence Montenegro e Petrovic anuncia lista final para o Mundial

17/08/2019

A Seleção Brasileira se despediu do Torneio de Lyon com uma vitória. Depois da derrota para a França, na segunda rodada da competição, o Brasil não tinha mais chances de conquistar o título, mas ainda assim havia muita coisa em jogo.

 

Isso porque, do outro lado da quadra estava Montenegro, adversário da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da China. Como a Grécia está entre as favoritas a conquistar o Mundial, é possível que o confronto contra os montenegrinos seja um confronto direto pela segunda vaga à próxima fase do torneio.

 

E no tira-teima entre as equipes, o Brasil se deu muito bem. É verdade que os técnicos esconderam um pouco o jogo, preservando suas principais estrelas (Leandrinho, Marquinhos, Hettsheimeir e Felício pelo lado brasileiro e Vucevic para os europeus), mas ainda assim foi possível tirar boas lições do duelo, vencido por 80 a 69.

 

Seguro desde a estreia do torneio, Benite foi mais uma vez cestinha da equipe brasileira ao anotar 21 pontos (Bellenger/IS/FFBB)

 

Como já havia acontecido nos dois jogos anteriores, a Seleção Brasileira se comportou muito bem na defesa. Com boa noção de posicionamento e mobilidade, a equipe conseguiu se proteger muito bem das investidas do adversário, minando a participação dos pivôs montenegrinos e consequentemente o volume ofensivo do rival.

 

Sem espaço para trabalhar internamente, Montenegro teve de atuar mais distante da cesta, onde, naturalmente, o desempenho foi bem mais baixo. Pressionado pelos laterais brasileiros, os europeus tiveram apenas 25% no perímetro, tendo convertido apenas 07 arremessos dos 28 tentados.

 

A segurança defensiva deu confiança para o Brasil impor seu ritmo de jogo. Ambientado a encarar adversários do mais alto nível, Huertas cuidou bem da posse de bola até que Varejão se posicionasse para realizar os bloqueios em jogadas de pick-and-roll, que culminaram em bolas de segurança do pivô ou arremessos precisos de Benite.

 

Liderado pelo grande desempenho da trinca, a Seleção Brasileira foi abrindo vantagem no marcador, possibilitando que Aleksandar Petrovic pudesse realizar ainda mais testes no time brasileiro para poder definir os doze jogadores que irão representar o país na Copa do Mundo da China.

 

Como haverá tempo hábil para que Rafa Luz se recupere da lesão no tornozelo direito e a presença de um terceiro armador será necessária para a construção de jogo da equipe no decorrer das partidas, a dúvida estava entre Augusto Lima e Hettsheimeir.

 

Contra os franceses, Hettsheimeir ganhou uma oportunidade mas não conseguiu render como esperado. Dessa vez, foi a vez de Augusto receber um voto de confiança. Apesar de também não ter sido efetivo no ataque, mostrou mais mobilidade na defesa, em especial na recomposição defensiva, uma das deficiências brasileiras.

 

Treinos e amistosos ajudaram Petrovic a fazer suas escolhas (Giovanni Kleinübing/CBB)

 

Por conta disso, logo após a partida, Petrovic anunciou o corte de Hettsheimeir, definindo os doze jogadores que representarão o país no Mundial da China, a partir do dia 31 de agosto.

 

Lista final

 

Armadores - Marcelinho Huertas, Rafa Luz e Yago 

 

Alas - Alex Garcia, Leandrinho, Marquinhos, Didi e Vitor Benite

 

Pivôs - Augusto Lima, Bruno Caboclo, Cristiano Felício e Anderson Varejão

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags