Brasil bate Montenegro e segue com 100% de aproveitamento no Mundial

05/09/2019

A Seleção Brasileira não se deixou levar pela vitória conquistada diante da Grécia, na última terça-feira. Com a cabeça no lugar e os pés no chão, manteve a compostura e bateu a Seleção de Montenegro, por 84 a 73, encerrando a primeira fase da competição com 100% de aproveitamento (3 vitórias e 3 jogos).

Diante dos montenegrinos, o técnico Aleksandar Petrovic resolveu preservar seus principais jogadores. Fundamentais nas duas primeiras rodadas, Alex Garcia, Rafa Luz e Anderson Varejão começaram a partida no banco de reservas.

 

De lá, viram seus companheiros aproveitarem muito bem a oportunidade. Discreto nos confrontos anteriores, Marcelinho Huertas reencontrou seu melhor basquetebol. Com inteligência, o armador cadenciou o ritmo de jogo, cuidando muito bem da posse de bola e fazendo com que a equipe buscasse as bolas de segurança.

 

Huertas anotou 16 pontos e distribuiu 06 assistências (FIBA) 

 

Em parceria com o pivô Felício, executou muito bem o trabalho de pick-and-roll, conseguindo pontuar em arremessos de média distância e servindo o pivô em baixo da cesta. Com muita tranquilidade, o jogador do Chicago Bulls converteu os sete arremessos que tentou na partida.

Apesar da dupla ter puxado a pontuação da equipes, jogadores como Marquinhos, que já havia deixado sua contribuição nos jogos anteriores, e Vitor Benite apareceram como válvula de escape, em mais uma atuação coletiva da equipe brasileira.

 

Com o ataque equilibrado e efetivo, o time canarinho evitou que Montenegro explorasse sua melhor virtude. Sem o contragolpe à disposição, a seleção européia teve dificuldades de construir o seu jogo, sobretudo no ataque de cinco contra cinco.

 

Além da contribuição ofensiva, Felício ainda ajudou a conter o poder de fogo de Vucevic (FIBA) 

 

Bem posicionado na defesa, o Brasil controlou o ritmo de jogo, ficando sempre à frente do marcador. Ainda que tenha sofrido um apagão nos minutos finais do duelo, soube superar o momento adverso e fechar a partida, conquistando uma vitória fundamental para as suas pretensões no campeonato.

 

Com a campanha irretocável na primeira fase, a Seleção Brasileira vai para a segunda fase da competição em uma posição extremamente confortável. Com três jogos e três vitórias, o Brasil ocupa a liderança do Grupo K (formado com os países classificados da chave E e F).

Por conta disso, precisa apenas de mais uma vitória nos dois próximos jogos, diante da República Tcheca e dos Estados Unidos, no sábado e na segunda, respectivamente, para avançar às semifinais da competição.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados