Hettsheimeir brilha mas Franca cai diante do Brooklyn Nets

05/10/2019

A missão era ingrata mas como tudo é possível dentro do universo esportivo, Franca embarcou para os Estados Unidos disposto a dar o seu melhor e ver o que a partida reservava. Embora Kyrie Irving e Kevin Durant não tenham participado do amistoso, o Brooklyn Nets venceu os francanos com facilidade, pelo placar de 137 a 89.

 

O placar elástico foi construído pouco a pouco. Nos primeiros minutos do confronto, o time brasileiro contou com uma sequência avassaladora de Hettsheimeir nas bolas de três pontos (converteu as cinco que tentou) para manter o equilíbrio no marcador, terminando o primeiro quarto na cola do adversário.

 

À medida que o tempo foi passando e os clubes foram trocando as peças, a superioridade dos anfitriões ficou evidente. Com um elenco mais homogêneo e de maior vigor físico, a equipe da NBA foi impondo seu ritmo de jogo e transformando o duelo, até então equilibrado, em uma partida de um time só.

 

Por mais que Hettsheimeir tenha retornado à quadra e Jimmy e David Jackson tenham crescido de rendimento no decorrer do segundo tempo, os mandantes seguiam dominando as ações e ampliando a vantagem no marcador. 

 

Isso porque, o Brooklyn Nets teve um equilíbrio maior no volume de jogo. Além de contar com a mão precisa de Taurean Prince no perímetro, a equipe norteamericana dominou a área pintada, onde Dzanan Musa e David Nwaba levaram ampla vantagem sobre Lucas Dias.

 

Franca resistiu o quanto pôde mas não foi páreo para o Brooklyn Nets (Nathaniel S. Butler/Getty Images) 

 

Dessa maneira, a contagem rapidamente atingiu a casa centenária, se transformando na pior derrota dos clubes brasileiros contra equipes da NBA em solo norteamericano. No ano passado, o Flamengo foi derrotado pelo Orlando Magic pelo placar de 119 a 82. Já em 2015, o Bauru Basket perdeu para o Knicks, por 100 a 81, e para os Wizards, por 134 a 100.

 

Apesar da marca negativa, Franca deve encarar a experiência como algo extremamente positivo. Os dias que o time passou em Nova Iorque vieram para premiar um trabalho sério da diretoria, que conseguiu reestruturar o clube, recolocando a equipe dentre as principais forças do país.

 

É justamente nessa troca de experiências e nas lições que o time pode tirar para a sequência da temporada, que o comandante Helinho Garcia se apega para avaliar o saldo do intercâmbio.

 

"Foi uma experiência fantástica jogar contra atletas desse nível e conhecer a estrutura da maior liga de basquete do mundo. Com certeza saímos desse jogo com uma bagagem indescritível e ainda mais fortalecidos para a sequência da temporada."

 

Agora, comissão técnica e jogadores devem voltar à realidade e se concentrar para a decisão do Campeonato Paulista. Embora a federação não tenha anunciado as datas dos confrontos contra o Corinthians, é provável que a série tenha início já nessa quarta-feira. 

 

Por ter feito a melhor campanha na primeira fase, a equipe francana terá o direito de fazer o segundo e, se necessário, o terceiro jogo dentro de casa, no Ginásio do Pedrocão.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo