Novo Basquete Brasil começa nesse sábado

11/10/2019

Amante do basquete nacional, pode comemorar. O Novo Basquete Brasil está de volta! Nesse sábado, Minas Tênis Clube e Flamengo se enfrentam em Belo Horizonte, em partida que marca o início da décima segunda edição do campeonato nacional.

 

Adversários se enfrentam nesse sábado, às 12:45, com transmissão da Band (Reprodução/Flamengo) 

 

Para essa temporada, houve um acréscimo no número de participantes e também na quantidade de estados representados. Com a entrada de São Paulo, Unifacisa, Pato e Rio Claro, todos oriundos da Liga Ouro, o NBB terá dezesseis equipes inscritas, de sete estados diferentes.

 

O aumento já havia sido oficializado durante a Assembléia Geral Ordinária da Liga Nacional de Basquete, em julho. Na oportunidade, o presidente da entidade, Kouros Monadjemi, celebrou o crescimento do campeonato, que passa a ser disputado em novas praças esportivas.

 

"É uma satisfação imensa ver o NBB Caixa maior, com mais clubes e estados representados. A expectativa é de que seja outra temporada histórica e que nosso basquete mantenha a curva de crescimento e ampliação no Brasil."

 

Apesar do aumento de participantes, o sistema de disputa será mantido. Todos os clubes se enfrentarão em turno e returno, com os quatro melhores colocados garantindo passaporte antecipado às quartas de final, enquanto os clubes que ficaram entre quinto e décimo segundo lugares vão disputar as oitavas de final.

 

Para que os primeiros colocados não sejam prejudicados com um longo período sem partidas, na primeira fase do mata-mata as séries serão disputadas em melhor de três jogos. A partir da segunda rodada dos playoffs, os confrontos serão em melhores de cinco duelos.

 

No entanto, a grande novidade para essa temporada está fora das quadras. Depois de incorporar o conceito de multiplataforma e aumentar gradativamente, ano após ano, o número de partidas transmitidas, a LNB atingiu um objetivo antigo: transmitir todas as partidas do campeonato em tempo real.

 

A meta só foi possível graças ao acordo de três anos selado com a DAZN. A empresa, especialista no serviço de streaming esportivo, transmitirá, nada menos, que 120 partidas (muitas delas exclusivas). Além da plataforma, BAND, ESPN, Fox Sports, Twitter e Facebook realizarão a cobertura do basquete nacional, para delírio do presidente Kouros.

 

“Gosto de dizer que há duas palavras que ditam as ações da LNB: inovação e ousadia. Nós ousamos na temporada passada com a multiplataforma e agora conseguimos dar mais um passo à frente. Ter 100% dos jogos transmitidos é um marco na nossa história e nos enche de orgulho.

 

Como o mercado de transferências foi bastante agitado nessa temporada, com a maioria dos clubes reformulando completamente o seu elenco, preparamos uma apresentação rápida das equipes, com os jogadores que mais devem ser utilizados pelos técnicos ao longo da temporada.

 

Além disso, também recebemos o jornalista Felipe Souza, responsável pelo Blog do Souza, para mais uma edição do nosso podcast. No episódio de hoje debatemos cada um dos pontos mencionados anteriormente (regulamento, sistema de disputa, transmissões), além de fazer uma análise geral da equipes.

 

 

Lembrando que o conteúdo também pode ser encontrado em outras plataformas digitais, como em nosso canal no YouTube e no nosso perfil do Spotify. Portanto, fique à vontade para escutá-lo no agregador de sua preferência.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags