Franca supera o Corinthians e fica perto do bicampeonato paulista

13/10/2019

O Franca está muito perto de conquistar o bicampeonato paulista. Nesse domingo, a equipe comandada por Helinho Garcia venceu o Corinthians, no Ginásio Wlamir Marques, por 74 a 68, e abriu 1 a 0 na série melhor de três partidas.

 

O triunfo francano foi conquistado através das jogadas de segurança da equipe do interior paulista. Com muita segurança e inteligência, Parodi soube ditar o ritmo de jogo de sua equipe e explorar as jogadas de pick-and-roll com os pivôs do time, para castigar seu antigo clube.

 

Sabendo o momento certo de concentrar o volume de jogo e a hora de municiar os homens de garrafão, desafogou o ataque francano, dificultando o trabalho defensivo do rival, que não encontrou alternativas para anulá-lo ao longo de todo o confronto.

 

Parodi, ao fundo, anotou 20 pontos e distribuiu 05 assistências, obtendo números superiores ao de Ricardo Fischer (Beto Miller/Agência Corinthians)

 

Em contrapartida, os armadores do Timão não repetiram o desempenho apresentado nesse início de temporada. Com dificuldade para se desvencilhar da marcação adversária, não conseguiram envolver seus companheiros, deixando o time refém da individualidade dos alas.

 

Por determinado período, Humberto, Vezaro e Robinson conseguiram emplacar infiltrações, mantendo o duelo equilibrado. Mas à medida que o tempo foi passando e a defesa francana intensificaram a proteção no miolo defensivo, os mandantes não apresentaram outras alternativas.

 

Com um maior repertório ofensivo, os visitantes foram abrindo vantagem e não tiveram dificuldades para sustentar a pressão corinthiana no último período, quando as bolas de três pontos do oponente começaram a cair e a torcida entrou no jogo, incendiando o ginásio.

 

Com a vitória conquistada fora de casa, Franca precisa de apenas mais um triunfo para garantir o bicampeonato estadual. Apesar da proximidade da conquista, Helinho Garcia pede seriedade à sua equipe para que o objetivo seja alcançado.

 

"É um passo importante rumo ao título: vencemos o primeiro compromisso fora de casa. Mas ainda não tem nada ganho. Temos que ter foco e serenidade para garantir mais um triunfo e, só assim, comemorar."

 

Por ter feito a melhor campanha dentre todos os clubes na primeira fase, o time francano terá o direito de decidir o campeonato dentro de casa, na próxima quinta-feira, dia 17. Caso seja surpreendido pelo Timão, a decisão fica para o terceiro e decisivo confronto, agendado para daqui duas semanas, no dia 27 de outubro.

 

O JOGO

 

Os primeiros minutos de partida ficaram marcados pela baixa pontuação. Demonstrando certo nervosismo, os adversários precipitaram muitos arremessos, facilitando o trabalho defensivo do oponente. Quem teve um pouquinho mais de tranquilidade foi o armador Parodi, responsável por duas bolas de três que deram o controle de jogo ao Franca.

 

Por mais que Bruno Savignani tenha solicitado um tempo técnico, sua equipe não conseguia articular as jogadas e acabava cometendo muitos erros de passe, dando o contragolpe para os visitantes. Em superioridade numérica, o time francano rodou a bola com inteligência para fechar o primeiro quarto em 18 a 10, após quatro pontos consecutivos de Lucas Dias.

 

O Corinthians voltou melhor no segundo período. Com a entrada de Humberto e Douglas Santos, a equipe protegeu melhor a área pintada, conseguindo anular a troca de passes do rival. Embora não tenha conseguido sair em velocidade, recorreu à individualidade do camisa 12 para reequilibrar a partida.

 

Na tentativa de frear o ímpeto alvinegro, Helinho parou o jogo e mudou a configuração de sua equipe. De volta à quadra, Hettsheimeir converteu duas bolas de segurança dentro do garrafão, recolocando a diferença em seis pontos. Consciente da importância do Canela para o rival, o Timão dobrou a marcação em cima dele, recuperando a posse de bola e consumando a virada na linha do lance livre, com 29 a 28.

 

Com 21 pontos e 10 rebotes, Hettsheimeir anotou mais um duplo-duplo com a camisa francana (Reprodução/Franca Basquete)

 

Mas não demorou muito para o Franca retomar o controle de jogo. Na volta do intervalo, a equipe explorou a mobilidade e o trabalho de pernas de Lucas Dias no poste baixo. Durante alguns minutos, Johnson conseguir manter os mandantes na cola do rival, mas duas precipitações ofensivas fizeram o adversário abrir nove pontos de vantagem.

 

Na reta final do terceiro quarto, os visitantes seguiram apresentando um desempenho melhor no perímetro. Com um arremesso de David Jackson e outro de Hettsheimeir, os comandados de Helinho colocaram, pela primeira vez na partida, a diferença na casa dos dígitos duplos, 55 a 44.

 

Sem outra alternativa, o Corinthians veio para o último quarto apostando todas as fichas em uma blitz na saída de bola do adversário. Com uma recuperação ainda na quadra de ataque, domínio dos rebotes defensivos e crescimento de produção de Fischer e Vezaro, o Timão diminuiu a desvantagem para apenas um ponto, incendiando o ginásio.

 

No entanto, a equipe mandante não teve tranquilidade para passar à frente. Se preocupando mais com a arbitragem do que propriamente com o confronto, o alvinegro oscilou e viu o rival abrir onze pontos de frente, em grande sequência de Lucas Dias e Hettsheimeir. Nos minutos finais, o clube do Parque São Jorge tentou reagir, mas já era tarde demais, 74 a 68.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags