Paulistano derrota o Pinheiros e vence o Clássico dos Jardins

26/11/2019

O Paulistano levou a melhor no Clássico dos Jardins. Nessa segunda-feira, o time comandado pelo técnico Régis Marrelli não se intimidou com o fato de atuar fora de casa e levou a melhor sobre o Pinheiros, vencendo o arquirrival, em pleno Ginásio Henrique Villaboim, pelo placar de 81 a 76.

 

Como esperado, o derby ficou marcado pela tensão e também pelo equilíbrio, sendo decidido apenas nos segundos finais, quando prevaleceu a superioridade técnica e a maior profundidade de elenco do alvirrubro paulista.

 

Ainda que a equipe tenha sentido a falta de Coleman, de fora por conta de um corte sofrido no pé direito, o Tigre apresentou uma regularidade maior durante os quarenta minutos, mantendo uma pequena, porém importante, diferença no marcador.

 

A vantagem foi construída porque o time cuidou melhor da posse de bola e Yago, Solano e Eddy demonstraram, mais uma vez, que possuem uma boa sintonia dentro de quadra. Com velocidade na troca de passes, os armadores envolveram a defesa pinheirense, deixando o ala completamente livre no perímetro.

 

Aproveitando os passes precisos de Solano e Yago, Eddy anotou dezessete pontos no clássico (Reprodução/LNB)

 

Sem a mesma organização e volúpia do que o rival, o Pinheiros apostou na individualidade dos seus atletas para reagir. A grande surpresa, no entanto, diz respeito a quem chamou a responsabilidade, uma vez que os principais atletas do time comandado por César Guidetti ficaram aquém do seu potencial.

 

Saindo do banco de reservas, Kenny Dawkins, Scaglia e Lucas Cauê deram mais dinamismo ao ataque dos donos da casa, conseguindo reequilibrar a partida através de jogadas de pick-and-roll que privilegiaram as bolas de fora do norte-americano e o trabalho de pernas do pivô próximo à cesta.

 

O crescimento de produção dos mandantes, aliado à queda de rendimento do time alvirrubro, fez com que o duelo ganhasse emoção nos minutos finais de partida, quando as trocas de liderança se tornaram constantes.

 

No fim, o Paulistano teve mais tranquilidade na linha do lance livre, conquistando uma vitória importantíssima para se manter na briga por uma vaga no G4, já que o time havia se distanciado dos adversários que vem à sua frente com as derrotas sofridas para o Basquete Cearense e o Corinthians na última semana.

 

Se o triunfo amenizou o clima conturbado que começava a pairar no lado vermelho e branco, a derrota deixou o ambiente do Pinheiros um pouco mais indigesto. Com três derrotas consecutivas, o clube pinheirense não apenas se distanciou da briga por uma vaga no G4, como também estaria de fora da Copa Super 8, caso o primeiro turno se encerrasse hoje.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags