Na prorrogação, Bauru vence o Pato Basquete

18/12/2019

O Bauru Basket retomou o caminho das vitórias. Nessa terça-feira, o time paulista foi até o interior paranaense e derrotou o Pato Basquete, por 79 a 76, se recuperando da sequência de três derrotas consecutivas sofridas dentro de casa, para o Botafogo, Flamengo e São Paulo.

 

Mas para o time bauruense, valeu mais pelo resultado do que propriamente pela apresentação. Mesmo tendo uma semana cheia para trabalhar e contando com os reforços de Wiggins, que retornou de sua viagem à Chicago, e a estreia de Draper, o Dragão não apresentou evolução alguma.

 

Visivelmente desconexo da partida, os visitantes tiveram muita lentidão na troca de passes e na movimentação dos jogadores estavam sem a posse de bola, sendo facilmente anulados pela marcação por zona aplicada pelo adversário.

 

Vitória bauruense foi na base da superação (Luciane Koba)

 

Diante desse cenário, os paranaenses foram ganhando confiança para atacar, onde Gegê exerceu o papel de maestro da equipe. Com bom controle de bola e passes cirúrgicos, o armador que já defendeu as cores do Bauru, deixou os seus companheiros em ótimas condições de pontuar.

 

Um dos mais acionados pelo camisa 19 foi outro jogador com passagem pela Cidade Sem Limites. Fazendo uma boa leitura de jogo, Gustavo Basílio machucou a defesa bauruense alternando infiltrações seguidas de lance livres com arremessos da linha dos três pontos.

 

Apesar do bom desempenho da dupla e do suporte dado por Augusto e Funches, o Pato não teve forças necessária para administrar a vantagem construída nos dois primeiros períodos e acabou pagando um preço muito alto por isso.

 

Consciente das dificuldades encontradas para atuar de maneira coletiva, o Dragão recorreu à individualidade dos seus atletas para buscar o empate e levar o jogo para a prorrogação, em grande sequência protagonizada por Wiggins, Renato e Crescenzi.

 

No tempo extra, o time paulista imprimiu uma defesa agressiva sobre Gegê, conseguindo anular a movimentação ofensiva do rival e castigá-lo no contragolpe, em situações de superioridade numérica que foram aproveitadas pelos garotos da base.

 

Com a vitória conquistada fora de casa, o Dragão chegou a quinta vitória na competição, resultado que permitiu ao clube retornar à décima segunda colocação, ultrapassando a equipe do Brasília, que possui dois jogos a menos do que os bauruenses.

 

Já o Pato segue sem vencer. Com doze derrotas em doze partidas realizadas, os paranaenses amargam a lanterna da competição, mantendo-se distantes de brigar por uma vaga aos playoffs.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags