Flamengo e Pinheiros completam a lista de semifinalista do Super 8

06/01/2020

Está tudo definido. Nesse domingo, o Flamengo e o Pinheiros venceram os seus compromissos pelas quartas de final da Copa Super 8 e se juntaram ao Minas Tênis Clube e o Franca Basquete, que já haviam garantido o passaporte para as semifinais da competição no dia anterior.

 

Assim como aconteceu no sábado, na rodada dupla desse domingo, os confrontos tiveram roteiros completamente diferentes. Na primeira partida do dia, o Pinheiros levou a melhor sobre o Mogi das Cruzes, em um jogo extremamente equilibrado, que só foi decidido nos minutos finais, quando os visitantes consumaram o triunfo por 77 a 71.

 

A chave para o triunfo pinheirense passou, sem sombra de dúvidas, pela estratégia elaborada pelo técnico César Guidetti. Consciente das baixas do rival, que mais uma vez não pôde contar com Alexey, Fúlvio e João Pedro, o técnico cobrou ainda mais intensidade da sua equipe, que já costuma imprimir velocidade na saída para o ataque.

 

Com todos os jogadores à disposição, Cesinha teve condições de rotacionar o elenco, mantendo sempre os atletas que estavam mais frescos em quadra, para que o ritmo não caísse e os principais jogadores chegassem inteiros fisicamente nos minutos finais de jogo.

 

Norte-americano contribuiu com 17 pontos, 07 rebotes e 07 assistências (Antônio Penedo/Mogi das Cruzes)

 

Além disso, o time pinheirense teve maior distribuição no volume de jogo, tendo quatro jogadores (Bennett, Betinho, Dawkins e Ware) pontuando na casa dos dígitos duplos, o que dificultou a marcação mogiana, que não soube o que fazer para diminuir o ímpeto ofensivo do oponente.

 

No último confronto da noite, a vantagem de vinte pontos no placar final - 86 a 66 - pode até indicar uma vitória tranquila do Flamengo sobre o Corinthians, mas não foi bem isso que aconteceu. Isso porque o Timão começou a partida muito bem postado, anulando completamente os pontos fortes dos mandantes.

 

No entanto, a defesa alvinegra foi perdendo a compostura ainda no segundo período e viu o adversário, mesmo longe de suas melhores atuações, ir diminuindo a desvantagem e reconquistando a confiança da torcida, com grande participação do ala-pivô Olivinha, um dos principais ídolos da nação rubro-negra.

 

Olivinha anotou 24 pontos e somou 11 rebotes, números que garantiram mais um duplo-duplo para o atleta (Paula Reis/Time Flamengo)

 

Com espírito de luta para brigar por cada bola espirrada no garrafão e qualidade para espaçar a quadra e anotar arremessos precisos da linha dos três pontos, o camisa 16 recolocou o Mais Querido nos trilhos, incendiando a Arena Carioca 1, que contou com recorde de torcedores nessa temporada (2332).

 

De olho em uma vaga na decisão do torneio, Flamengo e Pinheiros se encaram na próxima quarta-feira, às 21:10, novamente na Arena Carioca, já que o rubro-negro tem a melhor campanha dentre todos os participantes da competição.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo