Com placar centenário, Bauru vence o São José dos Campos

18/01/2020

O Bauru Basket começo o ano com a mão direita. Nessa sexta-feira, o time comandado pelo técnico Demétrius Ferracciú derrotou a equipe do São José dos Campos, em pleno Ginásio Linneu de Moura, no Vale do Paraíba, pelo placar de 108 a 80, em confronto válido pela primeira rodada do segundo turno do Novo Basquete Brasil.

 

O placar elástico comprova a superioridade bauruense ao longo da partida, mas engana-se quem pensa que o Dragão encontrou facilidades durante todo o embate. Isso porque, o clube da Cidade Sem Limites ainda apresentou uma pequena oscilação no decorrer do segundo período, onde a defesa concedeu muita liberdade para Duda Machado.

 

Na volta do intervalo, os defensores foram mais agressivos nos bloqueios, tirando o espaço do ala-armador joseense e, consequentemente, contendo o volume ofensivo da Águia. A reestruturação defensiva permitiu que o Bauru Basket voltasse a atuar na transição, onde a equipe foi letal.

 

Com controle de bola e velocidade na hora de tomar as decisões, Faggiano conseguiu municiar os seus companheiros, explorando muito bem as situações de superioridade numérica, em que Wiggins, Draper e Gabriel Jaú deram opção de passe, pegando a defesa adversária desprotegida.

 

Melhor fisicamente, Jaú contribuiu com 18 pontos e 06 rebotes, sendo peça uma das válvulas de escape dos visitantes (Victor Lira/Bauru Basket)

 

Mesmo quando a recomposição defensiva do São José funcionava, contendo as saídas em velocidade do time bauruense, o Dragão conseguiu ser efetivo, articulando boas jogadas que passavam pelas mãos de Larry Taylor. Após mais de três meses afastado das quadras, o Alienígena reestreou em grande estilo, anotando onze pontos.

 

Além deles, Crescenzi e Renato também pontuaram na casa dos dígitos duplos, ratificando a atuação consistente e coletiva do ataque comandado pelo técnico Demétrius, em um confronto que pode ter um significado muito grande para os visitantes.

 

Mais do que ter vencido um concorrente direto na briga por uma vaga nos playoffs, o time espera que o triunfo sirva de combustível para a sequência da competição, já que terá três jogos dentro de casa, diante do Rio Claro, Pinheiros e Corinthians, para ganhar algumas posições na tabela de classificação e fazer às pazes com o torcedor.

 

Enquanto o Dragão alimenta a esperança de dias melhores, o torcedor da Águia deixou o Ginásio Linneu de Moura inconformado com mais uma derrota sofrida dentro dos seus domínios. O descontentamento veio em forma de vaias aos atletas e protestos contra o técnico Paulo Jaú.
 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags