Pinheiros segura reação do Pato e volta a vencer no NBB

08/03/2020

O Pinheiros fez as pazes com a vitória no Novo Basquete Brasil. Depois de duas derrotas consecutivas, sofridas para as equipes do Flamengo e Botafogo, o time paulista voltou a atuar no Ginásio Henrique Villaboim e o apoio do seu torcedor foi preponderante para o clube superar o Pato Basquete, por 87 a 83.

 

Como o placar já indica, o confronto foi decidido apenas nos minutos de jogo, mas a verdade é que a história da partida poderia e deveria ser muito diferente, já que o time pinheirense possui mais qualidade técnica, possibilitando que o técnico Cesar Guidetti modifique a equipe, respeitando o momento positivo de seus jogadores.

 

Essa disparidade ficou evidente assim que o duelo teve início. Com uma formação com dois armadores e dois laterais que tem bom controle de bola, os donos da casa envolveram a defesa paranaense com troca veloz de passes, de modo que sempre um companheiro aparecia em ótimas condições de concluir as jogadas.

 

Dessa maneira, o Pinheiros foi encaçapando uma bola de três pontos atrás da outra, fazendo com que o controle de jogo ficasse inteirinho na sua mão. À medida que o adversário subiu a sua linha defensiva, protegendo melhor o perímetro, os mandantes se beneficiaram dos cortes rápidos de Bennett para manter o volume de jogo.

 

Camisa 03 anotou 20 pontos e distribuiu 05 assistências (João Pires/LNB)

 

Sabendo o momento correto de partir em direção à cesta, ou acionar a dupla de pivôs, formada por Caio Torres e pelo jovem Lucas Cauê, o ala-armador norte-americano causou um verdadeiro estrago na defesa rival.

 

Com a compactação defensiva e o trabalho coletivo na quadra de ataque, o time paulista tinha tudo para liquidar o jogo, mas como não manteve a pegada e a cabeça no lugar, foi vendo o adversário ganhar confiança e ir gostando do ritmo de jogo, o que transformou os minutos finais em um verdadeiro teste para cardíaco.

 

Consciente de suas limitações, o Pato intensificou a marcação em cima dos principais jogadores do oponente e passou a sair no contragolpe, acionando rapidamente o ala Isaac Thornton. Com passadas largas e velocidade, o estrangeiro dividiu o volume de jogo com Gustavo Basílio, reequilibrando o confronto.

 

No entanto, a dupla acabou ficando carregada em faltas e precisou deixar a quadra nos minutos de jogo, onde o time perdeu força e viu o rival sacramentar a vitória na linha do lance livre, através dos arremessos certeiros de Bennett e Isaac, que possuem um ótimo aproveitamento no fundamento.

 

Embora o desempenho na segunda etapa tenha deixado a desejar, o triunfo conquistado diante do seu torcedor devolve a tranquilidade para o time pinheirense, uma vez que a oscilação enfrentada pela equipe nos últimos jogos fez com que a diferença construída no início do campeonato para clubes rivais desaparecesse.

 

Atualmente, os paulistas ocupam a sexta colocação na tabela de classificação, com quatorze vitórias em vinte e cinco rodadas disputadas, mas seguido de perto pelo Corinthians, Botafogo, Unifacisa e Rio Claro, equipes que tem campanha muito parecida que a do clube da capital.

 

Sem chances de classificação para as oitavas de final do torneio, o Pato Basquete trata cada compromisso restante como uma final de campeonato, já que os próximos duelos podem ser decisivos em termos de visibilidade e captação de recursos, que são fundamentais para os times mais novos da Liga Nacional de Basquete.

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags