Vai e Vem: São José dos Campos

24/06/2020

O futuro do basquete na cidade de São José dos Campos é incerto. Embora o presidente da Organização Social São José Desportivo, Dalvi Moreira, tenha demonstrado otimismo na manutenção do projeto, em entrevista concedida para o portal Globo Esporte, a conversa com os atuais patrocinadores do time ainda não evoluiu.

 

A renovação de contrato com os parceiros e a busca por novos apoiadores é fundamental para a Águia, já que, há algum tempo, a prefeitura precisa injetar recurso público para que a equipe joseense tenha condições financeiras de arcar com a montagem do elenco e os custos de inscrição para o Campeonato Paulista e o Novo Basquete Brasil.

 

A situação fica ainda mais delicada por causa do cenário econômico e político. Além de se tratar de um ano eleitoral, onde naturalmente há corte de gastos considerados não essenciais, com o avanço do Coronavírus a prefeitura da cidade tem concentrado grande parte da verba disponível para auxiliar no combate à doença.

 

Valorizado pelo desempenho consistente na última temporada, Rafael Oliveira não permanece na Águia (Arthur Marega Filho)

 

Para suprir a provável redução/suspensão do repasse de verbas concedidas pela prefeitura local, a OS de São José dos Campos precisará encontrar novas empresas interessadas em vincular sua marca ao clube.

 

Confirmados:

 

Podem chegar:

 

Podem sair: Diego Figueredo (Armador), Jean (Armador), Duda Machado (Ala-armador), Eugeniusz (Ala-armador), Guido Mariani (Ala), Eltink (Ala), Ambrosino (Ala-pivô), Lupa (Pivô), Sergião (Pivô) e Paulo Jaú (Técnico).

 

Não permanecem: Morillo (Ala/Unifacisa) e Rafael Oliveira (Ala-pivô/Unifacisa)

 

Please reload

Postagens Recentes
Please reload

Arquivo