Bauru domina o Mogi das Cruzes e garante a liderança do Grupo A

O Bauru Basket confirmou o favoritismo e garantiu a primeira colocação do Grupo A. Depois de estrear com vitória sobre o Franca e derrotar a Liga Sorocabana na sequência, o Dragão não tomou conhecimento do Mogi das Cruzes, vencendo o confronto direto com muita facilidade, 106 a 81.


Assim como nas primeiras rodadas, o time bauruense imprimiu um forte ritmo defensivo capaz de anular as principais peças do oponente e castigá-lo no contra-ataque, com Alexey alimentando os laterais do time, que possuem muita velocidade no jogo de transição.


Entre arremessos de três e enterradas, Gui Deodato foi o cestinha com bauruense com 26 pontos (Antonio Penedo/Mogi das Cruzes)


Mesmo quando o adversário se recompunha de maneira rápida, o Bauru conseguiu ser efetivo, demonstrando organização e entrosamento afiado para articular as jogadas ofensivas, selecionando sempre um companheiro melhor posicionado, após muitas trocas de passes.


Além disso, a equipe também obteve um aproveitamento mais consistente na linha do lance livre, convertendo 22 dos 30 arremessos no setor (73%), números maiores do que nos últimos jogos, quando desperdiçou inúmeras oportunidades, sobretudo com os homens de garrafão.


O desempenho do time nesse início de temporada tem animado o técnico Leo Figueiró: "Temos coisas para melhorar, mas acredito que o trabalho está sendo bem feito e estou muito satisfeito com a evolução do time jogo a jogo."


Agora o time bauruense aguarda a conclusão das partidas restantes para saber quais serão os seus adversários na próxima fase, que será disputada em uma sede única e reunirá o segundo do Grupo A e o terceiro e quarto colocados do Grupo B.


O JOGO


Logo nos primeiros minutos, Bauru mostrou qual seria a tônica da partida. Com uma formação leve, apresentou trocas bem ajustadas na defesa, criando condição de sair no contragolpe, onde imprimiu muita velocidade e teve precisão ímpar nos arremessos de quadra para abrir 11 a 03.


Imediatamente, Guerrinha parou o jogo, cobrou uma entrega maior dos seus atletas e promoveu diversas trocas no quinteto. Com energia de sobra, Lessa e Douglas Santos encontraram espaços nas costas da defesa bauruense para liderar a reação mogiana, 23 a 21.


Atento aos ajustes do adversário, Leo Figueiró retomou a formação sem um pivô de origem e os visitantes voltaram a apresentar consistência defensiva, explorando a saída em velocidade com Alexey e Gui Deodato para colocar a diferença em duas posses de bola e devolver a tranquilidade ao Dragão.


Assim como no período anterior, o Mogi das Cruzes melhorou a sua produção ofensiva após a entrada de atletas da segunda unidade. Só que dessa vez, os visitantes conseguiram trabalhar o ataque de maneira cadenciada, pontuando através das infiltrações do armador Larry Taylor, 52 a 40.

Alienígena contribuiu com 21 pontos, 05 assistências e 05 rebotes, tendo 100% dos arremessos de quadra (Antonio Penedo/Mogi das Cruzes)


Na volta dos vestiários, Bauru não se acomodou com a vantagem construída na etapa inicial e manteve a pressão na saída de bola do oponente, anulando a participação dos seus principais atletas, como Fúlvio e Coleman. Estreantes no campeonato estadual, a dupla não teve liberdade para apresentar o seu basquete.


Na tentativa de igualar a proposta dos visitantes, a Jaguatirica subiu a marcação na quadra de ataque, mas Alexey teve qualidade para se desvencilhar dos marcadores e pegar a defesa adversária exposta. Com visão de jogo apurada e troca de passes em velocidade, o Dragão contou com a contribuição de Alexei e João Pedro para praticamente liquidar o duelo, 89 a 60.


Apesar da vitória estar encaminhada, os visitantes seguiram com uma postura agressiva em quadra, conseguindo garantir os rebotes defensivos e explorar a velocidade de Gabriel Jaú e Gui Deodato para castigar o oponente em jogadas de triangulações rápidas com participação de Alexey.


Nos minutos finais da partida, o Mogi das Cruzes se sentiu mais confortável e passou a promover trocas de passes no miolo defensivo bauruense, convertendo arremessos com Coleman e Felipe, que mais uma vez mostrou que pode ser peça importante para a sequência da temporada, 106 a 81.

Postagens Recentes
Arquivo
Procurar por tags

LARANJA PULSANTE

Informações e análises dos principais campeonatos estaduais, nacionais e internacionais de basquete.

Laranja Pulsante © 2019 | Todos os direitos reservados